Sábado, 5 de Março de 2011

Situações...nada incomuns.

Uma inquietação enorme apoderou-se de todo o meu ser!

Esperava-te há horas e tu calado; sem dizeres nada de nada; com o TLM desligado; com a tua secretária a dizer-me que saíras para uma reunião...

Comecei a impacientar-me; a fazer castelos no ar; a imaginar situações!

- Via-te a conduzires; com uma "gatona" ao teu lado; ela toda voluptuosa; tu todo excitado; a passares-lhe a mão direita, pelas curvas generosas; ela orientando as operações para que fosse uma noite de arromba!

- Via-te já na cama com ela; a fazerem uma orgia de sexo desabrido; a fazerem coisas que eu gostava que fizesses comigo; que jamais fizeras;

- Via-te a dares -lhe atenções e elogios que jamais me deras.

- Via-te a abrires uma garrafa de champanhe; a beberes do mesmo copo com ela; a voltares a fazer mais sexo com ela; a repetires e a repetires...

Estava a enlouquecer; a delirar; a passar-me por completo.

Passou-me uma coisa pela cabeça e saí de casa; meti-me no carro; fui direita à nossa casa de campo, para os lados de Sintra...

E, lá chegada, qual o meu espanto, vi o teu carro à entrada; vi um outro carro, desportivo, ao lado do teu; vi luzes acesas no "nosso" quarto.

Fiz marcha atrás; acelerei; esqueci-me de tudo...

Acordei no hospital com algumas mazelas e ferimentos graves em todo o corpo.

Para meu castigo vi-te sentado, ao meu lado, com ar contristado e a perguntares-me o que me tinha acontecido! O que fazia eu, na estrada, àquela hora. Porque não estava em casa?!...

Olhei-te fixamente; não te respondi.

- Até hoje ainda não te respondi.

Escapei e estou viva! Isso agrada-me e sei que tenho que dar um novo rumo ao meu futuro... Sei que não entrarás nos meus novos projectos.

- Como posso eu viver com alguém em quem jamais confiarei?

Neste exacto momento ainda aguento as coisas; mas só até que tenha uma saida.

Depois, bye bye. 

sinto-me: a contar coisas...
publicado por mcm às 12:48
link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Novembro de 2010

DESESPERADO?

Já tiveste situações desesperadas?

- Daquelas situações em que ficas no limite e a pensares que está tudo perdido?

Ou, pelo contrário, a tua vida é uma planície, verde, aonde nada acontece, para te agitar os dias?

Eu já tive que viver muitas situações em que me parece que no fim delas só resta um pouco do meu pó!

- Em que penso que vou explodir; desintegrar-me; fazer um "grande fecho" ao teatro que é a vida...

Depois, sabe-se lá como, as coisas acabam por se resolver - umas; outras acabam por resultar em grandes momentos de adrenalina; e algumas não se resolvem mas eu sobrevivo....

Este vídeo que aqui deixo, hoje, para os visitantes deste meu blog, capta imagens de um filme que é um dos meus favoritos:

- Pelo argumento; pela música; pelos actores; pelos sítios aonde é rodado; pelo realizador; ETC...

Se vires com atenção a tua vida, certamente, já resolveste com boa mestria momentos limite desse percurso!

Enfim, todos somos um pouco heróis se as circunstâncias no-lo exigem!

Importante é nunca desesperar. Nunca perder o Norte.

 

PS: Bom Domingo.

sinto-me: de mãe...
publicado por mcm às 17:22
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Outubro de 2010

...No dia em que adoeci - gravemente - parecias perdido...

Tivemos muitos dias em que fomos, estupidamente, felizes!

- Sim, que a felicidade é um estado transitório, de estupidificação, e de alienação da realidade. A realidade é, por norma, infeliz.

Tu e eu juntos e a derivar; à solta e sem rédeas; sem limites e ilimitados, na nossa própria pequenez, fizemos dos nossos dias menos felizes, um manual de sobrevivência à realidade. Fomos felizes.

No dia em que eu adoeci - gravemente - tu parecias perdido e mais doente que eu. Tive que apelar às minhas últimas forças e dar-te todo o alento, que eu não sentia em mim. E tu aproveitaste esse meu último fôlego; animaste-te; foste um homem solidário; foste meu amigo; foste meu "médico"; foste a pessoa que eu necessitava, ao meu lado, naquela hora, tão negra, das nossas vidas.

Quando, nos intervalos dos tratamentos, eu conseguia uns dias de menor sofrimento, tu quase me conseguias rejuvenescer; fazer acreditar que eu era a mesma mulher; que eu era a "tua" mulher; que eu era a "única" mulher naTerra!...

Com ternura e muita meiguice, fazias um enorme esforço - julgo eu - para me amares; me beijares; me estimulares; fazeres sexo comigo, doente, mas a precisar de me sentir desejada; de me sentir pessoa... apesar de em cacos.

E eu, que não tinha forças para nada, nessas horas que nem sei como lhes chamar, quase me sentia feliz; e quase me esquecia que estava reduzida a uma quase espécie de "farrapo" humano, sem jeito nem utilidade.

- Sentia-me um "caos," desarmonioso e algo repugnante.

Foram tempos muito duros e de muitas provações, para ambos.

Claro que quem está doente, tem a pior parte, do papel que cabe ao casal, nessas horas, desempenhar. Mas tu foste um companheiro inestimável; uma pessoa indispensável; um amante sincero, apesar de tudo ter que ser, bastante encenado. Bastante teatral. Foste o meu "santo" protector. Tudo ultrapassámos:

- A minha doença; o meu estado físico desastroso; a minha falência física, quase, total.

Hoje que te recordo, faço-o por isso mesmo.

- Sem ti, a apoiares-me e a fazeres-me sentir gente; mulher; fêmea; amada; amante, eu não teria conseguido, talvez, ultrapassar tão gigantesco obstáculo. Ter-me-ia deixado afundar por falta de forças e estímulos.

E por isso te digo que és um homem com "H" maior. Que és um ser maravilhoso. Que enquanto eu viver te amarei.

Que os teus deuses te dêem saúde. Mas se ela te faltar, ter-me-ás ao teu lado, vinte e quatro horas seguidas - todos os dias.

É nestas situações que os sentimentos duradouros se alicerçam. Os que são para toda a Vida. Que são para a nossa eternidade.

sinto-me:
publicado por mcm às 10:24
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Agosto de 2010

Gostava muito do toque da tua pele...

Enquanto nos amámos foi tudo muito interessante entre nós!

Recordo os teus beijos; recordo o teu corpo; recordo a tua pele,...

- Junto à minha.

Por brincadeira costumava dizer-te que estavas sempre ao sol, pois o teu corpo moreno, parecia ter apanhado horas sem fim, de exposição solar...

- Eras, naturalmente, bronzeado!

Nu ficavas bonito e apetitoso.

Não era que fosses lá muito alto - coisa que eu até nem aprecio - mas tinhas uma postura de deus grego, que me fascinava os sentidos todos.

Quando te deitavas ao meu lado - eu branca e tu moreno - costumava dizer-te meio a brincar:

- Se fosse racista não dormias comigo!

Tu, também por brincadeira, afirmavas que tinhas tido um tetra-avô, que fora escravo,  no Alentejo, há séculos atrás.

E depois ficavamos deitados, horas a fio, a explorar toques de pele:

- Na cara eras macio; no pescoço eras macio; no peito eras macio; nas costas eras de chantilly; da cintura para baixo nem me pronuncio,... tal era a macieza que envolvia, aí, a tua derme toda; nas ancas, nas coxas e eu sei lá!... ( Por falta de tempo, ás pernas e aos pés, eu dava pouca importância, nessas horas...)

Quando faziamos sexo - só sexo - tu costumavas dizer-me assim:

- "Hoje, por ser para ti, é de graça! Sim que este corpo e esta pele - dizes-mo tu - não são para andar a esbanjar, por aí, com qualquer uma!... Tenho de fazer "render" o que tenho de graça, dado por Deus, que não era ganancioso."

E muito nós nos riamos, depois; muito nós nos divertíamos, também; muito nós desfrutamos o corpo, um do outro; e tudo o mais, ainda!

Enquanto nos amámos, eu gostava muito do toque da tua pele: morena, sedosa e a pedir carícias, por toda a parte.

Hoje recordo-te e recordo essas situações.

- Evado-me assim.

sinto-me: a contar coisas...
publicado por mcm às 10:43
link do post | comentar | favorito
Sábado, 31 de Julho de 2010

Descontraindo...

 

Para sentar debaixo das estrelas; dar a mão a quem gosta de nós; sonhar; deixar as coisas acontecerem...

Hoje está bom para sair e ouvir Miles Davis - no carro ou aonde der jeito.

Hoje está bom para sentirmos a música cá dentro do nosso peito e exclamar-mos em silêncio:

- De vez em quando também posso, e devo, ser muito feliz.

E se o fores ainda bem!

Cria tu as tuas situações de relax; de paz; de sintonia com o Mundo.

Vive o mais que conseguires com qualidade de vida.

sinto-me: de passagem...
publicado por mcm às 18:54
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Julho de 2010

Sexo e tempo fresco...

Acabei de saber que o tempo vai manter-se fresco, até ao fim da semana, em curso.

Por mim, acho muito bom! Muito convidativo.

Eu adoro o tempo ameno... Em que posso andar vestida, com roupas sexy e leves, e seduzir o meu namorado, com mais propriedade.

- As roupas ajudam à disponibilidade erótica e o tempo fresco, também.

Esta semana é muito boa para fazer tardes ou noites de sedução e sexo.

Os corpos soltam-se; pegam-se; enlaçam-se; entrelaçam-se; despegam-se; ficam suados; ficam quentes; e... logo em seguida refrescam.

- O «depois» é fresco!

Adoro uns lençóis brancos, numa cama larga, com uma janela entreaberta, para o fresco entrar, e dois corpos que se encontram nesse cenário erótico, para se amarem...desfrutarem, explorarem, reconfortarem...explodirem, repousarem no fresco.

Esta semana está boa para sexo! Está fresca.

- Sexo e tempo fresco é uma combinação muito conveniente. Muito adequada.

Portanto, todos os sonhos e todas as situações, nesta matéria, podem e devem ser levados em linha de conta. Estão em aberto e ao nosso alcance.

Reservemos então algum tempo - fresco - para nos reconfortarmos e satisfazermos, na cama, ao longo desta semana de frescura estival.

 

sinto-me: a dar palpites...
publicado por mcm às 10:52
link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Junho de 2010

Cronologia do post anterior... ("A ferroada do dia"...)

1- Dormi mal e acordei cansada;

2- Não fiz as coisas habituais dos Sábados pela manhã, e fiquei em casa;

3- Pelas dez horas abri o PC e escrevi o post anterior , pois já ontem me ocorrera tal assunto;

4- Pelas catorze horas saí de casa e fui às compras ao CCAmoreiras - comprei o Expresso, (que vem dentro de um saco) no supermercado, e comprei lá outras coisas;

5- No noticiário das quinze, já em casa, ouvi que o Governo iria, talvez, processar o Jornal Expresso, pela notícia da pág. catorze e que tem que ver com eventuais envolvimentos - ou não - de um ex-assessor do Governo na empresa que gere estas coisas dos "chips";

6- Acabei de almoçar e fui, finalmente, abrir o Expresso e ler o que lá se diz sobre o assunto.

 

Ps-1:

Não fiquei esclarecida:

- Nem com a notícia do Expresso; nem com o facto de o Governo deixar passar tantas horas  sem refutar tal noticia - que diz ser capaz de criar suspeitas , sobre coisas que não existem... (citei de cor o que ouvi no noticiário das quinze)

Ouvi todos os noticiários da manhã, até à uma da tarde, na Antena1, e nada!

Como tal, o meu post continua no meu blog.

 

Ps-2:

Após esta cronologia estar postada, entrei no blog Corta Fitas e já lá estava a divulgação desta notícia!

publicado por mcm às 16:10
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Junho de 2010

Os Vuvuzelos

Anda por aí um sururu enorme com as Vuvuzelas.

- Eu também não gosto!

Mas aquilo que mais me incomoda, não são, de todo, os sons extraídos das Vuvuzelas.

Aquilo que me tira mesmo, mesmo, mesmo, da real é o seguinte:

- É ouvir o dia inteiro aqueles que, embora reclamando - eles - das Vuvuzelas, ficam em roda livre e fazem, ainda, mais barulho, e um barulho mais massacrante e ensurdecedor que o da dita corneta.

Uma verdadeira praga!

E para que ninguém fique enganado, ou a duvidar de quem serão os vuvuzelos, de serviço, aqui deixo a "minha" lista, elaborada sem critério algum,  mas que me serve de terapia mental e para desabafar...

1- O Governo: que aproveita esta euforia futebolística, do povo, para, à socapa, ir dizendo que "se for preciso aumentar, mais, os impostos ou mexer no subsídio de Natal" não se coibirá;

2- Todos os que estão "de serviço" nos vários ecrãs de TV para "analisarem cientificamente" os jogos do Mundial - com o PROF. Marcelo, Miguel Sousa Tavares e mais Santana Lopes, à cabeça da lista dos Vuvuzelos;

3- Todos aqueles que dizem mal de Carlos Queirós;

4- Todos os que falam mal da Selecção de Portugal;

5- Todos os que falam mal - ou bem - de futebol.

 

Ps- E se eu continuar aqui, a escrever, mais um post que seja, sobre este tema,  mais que medíocre, também entrarei para a lista...

sinto-me:
publicado por mcm às 18:31
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Junho de 2010

Escolas, jovens e vestuário...

Escolas e jovens...

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=175651

 

Há pessoas que são desleixadas com o seu look; outras exageradas; outras extravagantes; outras, quase, pornográficas.

Com a liberalização dos costumes vai-se hoje, vestido para uma ópera, como se vai  vestido, para comer sardinhas, nos Santos Populares.

Perdeu-se a noção da adequação do vestuário, à circunstância que se vive naquele momento!

Isso deve-se, no meu modesto entendimento, a pelo menos duas coisas:

- Ao défice estético que a maior parte das pessoas revela;

- Ao défice de educação que as «massas» cultivam.

Somos hoje olhados, com estranheza, quando nos apresentamos, no nosso dia a dia, com um ar cuidado e com vestuário que revele algum bom gosto. Somos logo rotulados de petulantes; vaidosos; fúteis...e mais "mimos" todos assim. Somos "tios", "betos", "queques"...

O que está  "a dar" é andar-se no trabalho, como se vai à praia; andar-se nas escolas como se vai para uma «Rave»; andar-se quase despido, como se isso fosse uma regra, imposta sabe-se lá por quem, a toda a hora do dia.

A mim, francamente, não me impressiona, nada mesmo, que as escolas sejam exigentes com a forma de apresentação dos seus alunos.

Penso até que deveria ser obrigatório que os alunos se apresentassem vestidos de uma forma "normal"- o que quer dizer de uma forma em que o seu vestuário, além de estar cuidado e limpo, os mostrasse vestidos, como deve ser:

-  Sem exageros, sem os «rabos» à mostra e quase tudo ao léu - que é o que se vê por lá... aos montes.

Acho que os rapazes e raparigas de hoje, necessitam de aulas de boas maneiras; de aulas de estética; de aulas de boa conversa; de aulas de bom e salutar convivio, entre eles e com os adultos.

- Os pais deles - alguns - também precisam.

- Os professores - uns tantos - igualmente!

E isso deve começar - logo - com a forma adequada de se vestirem (todos) quando vão para, ou à, a escola.

- É um começo, para que se volte a reconhecer que a Escola é um lugar, que carece do respeito de todos os envolvidos, no processo educativo.

Deve saber distinguir-se esse pressuposto; e levar uma roupa adequada é uma das etapas.

sinto-me: lúcida
publicado por mcm às 13:14
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 10 de Maio de 2010

Um estado de esquizofrenia descontrolada...

E serve este post para desabafar o seguinte:

- O Governo diz hoje o que desmente àmanhã; e o País fica indiferente - quase em estado de letargia.

Eram as nossas finanças que em Setembro ainda eram robustas; eram os impostos que não eram para subir; eram as grandes obras que eram para se fazerem; eram os empregos que se iam criar; eram as nossas condições económicas que eram melhores que as de muitos outros países da Europa; eram sabe-se lá que mais e outras tantas mentiras como as que acima se relatam.

O Governo dá o dito por não dito, todos os dias, e os Portugueses, indiferentes, seguem em direcção ao seu abismo.

Ninguém quase reage; ninguém quase se indigna; ninguém quase se insurge.

Existe da parte dos Governantes um estado algo esquizofrénico e demencial; e da parte dos Portugueses a letargia da indiferença ou do cansaço e a inconsciência do futuro.

E quando os «sinos dobrarem» já não saberemos por quem; porque nos retiraram a capacidade de sermos éticos e de nos respeitarmos e  de nos indignarmos.

 

sinto-me:
publicado por mcm às 11:40
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

THE MAVERICKS

«HERE COMES MY BABY...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=cos9y6Mfv6s&feature=fvst

 

ESTA TARDE OS RELÓGIOS MARCAVAM 33º EM LISBOA!

- ONTEM ERA AINDA O FRIO E A CHUVA... E AGORA É O PICO DO VERÃO...

EU NÃO GOSTO DESTAS MUDANÇAS ASSIM TÃO REPENTINAS:

- FICO SEM GRAÇA, AS ROUPAS FAZEM-ME CALOR E TUDO ME SAI MAIS LENTO E É PENOSO, PARA MIM.

SÓ ME SINTO BEM NO AR CONDICIONADO OU AONDE ESTEJA FRESCO!

ESTA CANÇÃO DOS MAVERICKS É UMA ALEGRIA E O VIDEO É MUITO ANIMADO.

OS MAVERICKS SÃO UMA DAS MINHAS POUCAS COISAS BOAS, DO DIA DE HOJE.

- AS OUTRAS ALEGRIAS FORAM UM COPO DE LIMONADA FRESCA E UM DUCHE MORNO APÓS O GINÁSIO...

MAIS TARDE, PELA NOITE, TALVEZ ME SINTA MELHOR.

- O CALOR "MATA-ME" OS NEURÓNIOS; DERRETE-MOS...

COMO SE PODE VER POR  ESTE POST SEM JEITO ALGUM.

sinto-me:
publicado por mcm às 18:51
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Abril de 2010

AS MINHAS CANÇÕES (1)

"OH! DARLING"...

 

http://www.youtube.com/watch#!v=z_RCNGgL9V4&feature=related

 

OS BEATLES SÃO UMA DAS BANDAS DA MINHA VIDA.

«OH! DARLING» É UMA DAS MINHAS CANÇÕES PREDILECTAS.

- LEMBRA-ME BAILES DE GARAGEM; LEMBRA-ME MINI SAIAS E PUCHINHOS NO CABELO; LEMBRA-ME LIVROS DEBAIXO DO BRAÇO; LEMBRA-ME BEIJOS A MEDO E AO DE LEVE; LEMBRA-ME JARDINS E AMIGOS E AMIGAS - TODOS A CANTARMOS ALTO E BOM SOM.

LEMBRA-ME ALEGRIA!

OS BEATLES SÃO, SEM DÚVIDA, UMA  MUITO BOA LEMBRANÇA: PELO QUE DE NOVO NOS TROUXERAM, À ÉPOCA, E PELO SEU ESPECIAL -ÚNICO - LEGADO.

BEATLES PARA SEMPRE...  TAL COMO «OS CAMPOS DE MORANGOS».

sinto-me: sem saco...
publicado por mcm às 18:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Situações...nada incomuns...

. DESESPERADO?

. ...No dia em que adoeci -...

. Gostava muito do toque da...

. Descontraindo...

. Sexo e tempo fresco...

. Cronologia do post anteri...

. Os Vuvuzelos

. Escolas, jovens e vestuár...

. Um estado de esquizofreni...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!