Sábado, 10 de Abril de 2010

PSD em Carcavelos...

Uma das minhas obsessões é cumprir, todas aquelas coisas em que faço acreditar os outros, que irei executar em determinado momento.

- Se alguém confiou ou confia em mim, por algo que eu lhe prometi, eu procuro, até à exaustão, não defraudar ninguém.

E, por isso, até tenho fama de ter mau feitio.

As pessoas convictas, das suas ideias, porque as acham as melhores e mais favoráveis ao bem comum, são, muitas das vezes, confundidas com pessoas de mau génio e inflexíveis.

Vem este enunciado a propósito do congresso do PSD, este fim-de-semana, em Carcavelos...

Faz-me deveras impressão, confusão e espanto, ver tanta «coesão», tanta «unanimidade», tanta reverência ao novo líder.

Tudo aquilo me cheira a mudança de campo e reposicionamento na nova grelha de partida - com vista a um lugar de destaque, na lista dos futuros vencedores.

Eu não acredito nas pessoas que andaram, nos últimos dois anos, a «roer» os pés dos que os antecederam e que agora se armam de bonzinhos e de agregadores dos das ideias e de posições diferentes, das suas - o que é o caso de Passos Coelho.

E também não acredito naqueles que tendo estado contra ele agora lhe batem palmas, sentados a seu lado e felizes da vida.

Tudo isto me parece postiço e de plástico.

E nós andamos tão saturados de gente desta... que, tal como Vasco Pulido Valente escreveu, a propósito do nosso PM:

- “... não tem um milímetro de espessura”...

Para que precisamos nós de mais um órgão de «sábios» no PSD?

Este país necessita é de “alguém” que nos motive, nos dê tranquilidade, que saiba criar confiança no nosso País, aos investidores que criam empregos, e uma vida melhor para todos. E para isso só é preciso fazer-nos acreditar em si e nas suas boas capacidades.

sinto-me: a ver bem...
publicado por mcm às 10:39
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 8 de Abril de 2010

Hoje passei pela Primavera...

 

Neste fim de dia eu digo-vos o seguinte:

- Hoje passei pela Primavera! Dei de caras com ela e fiquei a olhá-la, embevecida!

Foi, sem dúvida, um belo e doce momento aquele em  que a vi:

- A ela, a Menina Primavera!

O sol estava quente, quanto baste; a brisa era suave e refrescava-nos a cara, nos semáforos; as pessoas já andavam com roupas mais alegres e sem frio no corpo; as caras estavam mais sorridentes e desanuviadas...

- Era «ela» que ia ali, que passava e deixava o seu rasto...para nosso encantamento.

Eu reparei nisto tudo, enquanto dava algumas voltas, de um lado para o outro, na cidade grande; na cidade maravilhosa de Lisboa!

Depois pensei assim:

- O tempo de sol não faz parte do «PEC» e, portanto, não é  nenhuma farsa, que nos descontrole ou controle, as finanças pessoais.

Aproveitemos, ao máximo, os fins de dia desta "nossa"  Primavera.

- São reais e de graça! E, por enquanto, "são eternos enquanto durem"...

Mais lá para diante teremos o aquecimento global; frio intenso e um calor desalmado. 

sinto-me: primaveril...
publicado por mcm às 18:55
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Abril de 2010

Hoje passei na Mouraria...

 

HOJE Á TARDE PASSEI PELA MOURARIA...

- LEMBREI-ME DE AMÁLIA E DESTE FADO QUE AQUI VOS DEIXO.

AMÁLIA CANTAVA, NESTA SUA FASE DA VIDA, COM UMA VOZ TÃO CRISTALINA, QUE É  POSSÍVEL OUVIR, NOS SEUS BELOS TRINADOS,  UM ROUXINOL À SOLTA, EM DIA DE PRIMAVERA, LÁ PARA OS LADOS DO CASTELO...

E MAIS AO FUNDO E AO LONGE... DORME O RIO TEJO;

- ONDE AS LUZES DA CIDADE PELA  CALADA DA NOITE SE VÃO DEITAR;

 PASSANDO JUNTOS BELOS MOMENTOS AO LUAR...

sinto-me: na lua...
publicado por mcm às 18:57
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 30 de Março de 2010

Diário de Rita... de coração partido deixei-te...

...

E chegaste ao pé de mim, e disseste-me:

- "Vamos a Barcelona"!

Era Páscoa, férias e um tempo nosso, muito bom!

E fomos. Metemo-nos no teu carro, muito mais potente que o meu, e fomos estrada fora...até lá.

Parámos em Madrid, pelas vinte e duas horas, para meter combustível, e seguimos... ao longo da noite toda, e pelas onze da manhã, do dia seguinte, estávamos em Barcelona!

- Ambos exaustos e com olheiras até ao pescoço.

Instalámo-nos, e, após um banho rápido, era já uma da tarde, fomos dormir! (A noite inteira fora de viagem e fora cansativa e até algo perigosa...)

Quando já refeitos, o mais possível, nos levantámos da nossa cama, fomos então, à descoberta da cidade e ás compras. Eu sou louca por compras!

Demos as voltas todas, aos lugares todos; e saboreámos museus, parques, zona histórica e «ramblas» e noite... e as lojas e os restaurantes...

- A comida eu sempre detestei! Lá, e em todo o lado. Só gosto dos meus gostos simples e sabidos de ti.

Pão, peixe grelhado, carne grelhada ou cozida e, nada de doces... e bom vinho tinto. Em Barcelona não havia nada disto, que eu gosto. Havia «tapas» e outras coisas!

Salvou-se o presunto! E salvou-se o vinho! E tu!

Três dias depois voltámos, para trás, e passámos a Páscoa em Madrid – já “quase” uma nossa segunda casa.

O dia de Páscoa - propriamente - foi em Cuenca e foi espectacular. Aí até a comida foi boa:

- Perdiz estufada, pão e vinho!

Pela noite voltámos e dormimos...

Na manhã do dia seguinte, quando quisemos ir a Aranjuez, e já no caminho, (parados numa enorme fila de trânsito,) acabaste por ligar o rádio do carro, foi aí que soubemos que tinha havido um atentado - no aeroporto de Madrid!

- Estivemos horas e horas naquela fila; toda a gente era revistada! Quase desesperámos!

Quando pela noite nos apanhamos no hotel, fizemos as malas e viemo-nos embora...

- Nestes momentos de muita sordidez - como sórdido é qualquer atentado terrorista - sentimos falta da nossa casa e do nosso país. Foi o que pensámos ambos.

Foi também a nossa última Páscoa juntos.

Depois, de coração partido deixei-te,... mais lá para diante - antes da Páscoa seguinte.

...

sinto-me: de férias...
publicado por mcm às 10:50
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Março de 2010

NA "ILHA DOS OUTROS"...

 

NANCY VIEIRA E...

 

 

 

ESTA BELEZA DESTA VOZ É MUITO EXPONENCIADA PELA BELEZA ENORME DAS PALAVRAS DO POEMA, QUE CANTA...

- E PELA QUALIDADE DOS MÚSICOS QUE TOCAM PARA ELA.

EU NÃO CONHEÇO NANCY VIEIRA, MAS DEPOIS DE A OUVIR NESTA CANÇÃO FIQUEI MUTO CURIOSA EM SABER MAIS SOBRE O SEU TRAJECTO.

OS MÚSICOS SÃO CONHECIDOS E SE A FORAM BUSCAR, OU ACEITARAM TOCAR COM ELA, É PORQUE TEM MÉRITO ARTÍSTICO.

ESTA CANÇÃO REMETE PARA UM ESPAÇO ONDE OS SONHOS PODEM ACONTECER; E A QUEM SONHA, POR VEZES, SUCEDEM COISAS BOAS.

E PORQUE HOJE É SEXTA-FEIRA, VAMOS SONHAR:

- COM O BOM TEMPO E OUTRAS FANTASIAS DO GÉNERO OU MELHORES.

 

Ps. Foto «captada» no site "olhares"

sinto-me: a divagar...
publicado por mcm às 17:59
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 23 de Março de 2010

VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇA)...

 

 

MEUS QUERIDOS AMIGOS E AMIGAS QUE PASSAM NESTE MEU BLOG:

- HOJE RECEBI DE UMA MUITO QUERIDA AMIGA, ESTE ENDEREÇO, QUE AQUI VOS DEIXO E QUE PERMITE «VIAJAR» POR PARIS E SABOREAR AQUELA CIDADE MARAVILHOSA.

BASTA QUE EXPLOREM TODO O POTENCIAL QUE O ENDEREÇO VOS PERMITE.

- ESTÃO LÁ  EXPLICADOS TODOS OS PASSOS A SEGUIR.

A SOLIDÃO É UMA TRETA. SÓ SE COADUNA COM AS PESSOAS QUE NÃO ESPREITAM AS OPORTUNIDADES TODAS.

ESTA «VIAGEM» FICA-VOS AQUI, AO DISPOR E SEM GASTOS.

É SÓ APROVEITAR.

 

PS: UM XI CORAÇÃO PARA A MINHA QUERIDA AMIGA QUE ME PRESENTEOU COM ESTA BOA EXPERIÊNCIA... «VIAJAR» SENTADA AO COMPUTADOR...

sinto-me: parisienne...
publicado por mcm às 13:27
link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Março de 2010

Sobre a Lei da Rolha ou Lei da Ronha?

 Eu não sou a favor de que falemos mal da nossa família, aos de fora!

- As contas, se as houver para fazer, fazem-se dentro de portas. Dentro da familia.

No entanto, temos assistido, nestes últimos tempos, a muita gente, que sendo do PSD ganhou a vida a falar mal do «pai».

Mas aqueles que agora se indignam, tanto, com a dita «lei da rolha,» hoje aprovada, em Mafra, esquecem, certamente, que houve um professor do Norte do país, que foi afastado de funções, porque contou uma graçola àcerca do Primeiro Ministro.

Esquecem-se de que anda por aí muita gente, que, com medo de perder o seu ganha -pão, se inibe de opinar, sobre pessoas que sabe têm o poder de as molestar; despromovendo-as ou irradicando-as dos lugares que ocupam.

- Há muita forma de matar melros! Há muita forma de meter a«rolha».

A nossa imprensa gosta muito de «casos»! Mas a «lei da rolha», do PSD, é uma anedota que não vai tirar nenhum militante do Partido. Nem vai vender jornais.

Vai só tentar moderar estados de alma, em determinado período, mais sensível, que o Partido possa estar a enfrentar; como por exemplo a preparação de um acto eleitoral.

- Lei da rolha?

Lei da rolha é aquilo que alguns fazem:

- Alinham com quem está na mó de cima, na hora que lhes dá jeito, e denigrem os que lhes possam fazer sombra. Vivem de intimidar os que sabem que não estão em hora de lhes fazer frente.

Esta é que é a verdadeira«Lei da Rolha»! Ou será «Lei da Ronha»? 

sinto-me: sem rolha...
publicado por mcm às 21:32
link do post | comentar | favorito
Domingo, 7 de Março de 2010

«O diário de Rita»... Estou livre!...temos de aproveitar...

- Não é por acaso que te sentes estupefacta e meio divertida, Ritinha! Que te sentes como se o mundo girasse em teu redor - e só por ti e para ti! Há muito que não vivias nada parecido! Nada de tão surreal! Nada tão louco!

- Um homem, giro, com ar viril, bem na vida, com profissão e emprego, que te bate na janela do restaurante onde almoças, que te faz sinal para esperares um pouco - tu via-lo ao TLM, “outside” - e que vai daí, entra para te falar e,...

Entrou, apressado, sentou-se e disse, assim, de sua autoria:

- “Estou livre, Rita! Sem namoradas! E agora que estou livre, temos de aproveitar! Há que tempos que adiamos este romance que merecemos! Agora há que aproveitarmos,... Temos que sair, ir passar uns dias a uma pousada... e fazer sexo, muito sexo, no fim-de-semana! Ainda tens o meu número?

 - É melhor dares-me, de novo, o teu, porque já sei que depois não me ligas!... E tens os teus namorados... e à noite desligas o TLM!...”

Rita está a contar este episódio, aqui ao seu «Diário», porque Rita conhecia, já, há muito, este Senhor Doutor, meio louco e meio excêntrico e médico a tempo, quase, inteiro. Visto assim sem mais detalhes, parece uma pessoa equilibrada e normal, mas... lá mais para a frente, mesmo que esse “à frente” seja perto, começa a notar-se-lhe, na personagem, alguma coisa de estranho... algo de loucura e algo de uma dislexia mental que perturba o mais aberto - o que é o caso de Rita - a cenários improváveis e algo esquizofrénicos... Sim, Rita é fascinada por certos patamares de loucura!

Rita lá ouviu o que ele lhe quis dizer, levou na boa, e para a brincadeira, a sua abordagem; disse-lhe a tudo que sim e deu-lhe, pela, talvez, quarta ou quinta vez, o seu número de contacto. Sem problemas e sem indignações, postiças...

Rita acabou o seu almoço e saiu, apressada, para os seus afazeres, e, o seu «admirador,» mais que antigo, deu-lhe um beijo, quase na boca - que Rita desviou com elegância - e, o “Doctor,” com ar de alguma premência estampada no seu rosto, atraente, ainda acrescentou:

- “Esta noite ligo-te, sem falta,... para namorar-mos um pouco... Aí pelas dez, ligo-te! Tem o TLM aberto!”

Rita lá seguiu, o seu caminho, e, como já sabia, por outras vezes iguais, até hoje ele nunca ligou para o seu número de TLM, e nem voltou a encontrá-lo mais, até agora!

Mas, Rita adora este homem: louco, médico competente, e desequilibrado, na vida pessoal...Por vezes interroga-se, até, como sendo ele um médico com uma especialidade tão exigente e difícil, consegue gerir a sua faceta louca e ser um bom profissional!

Ainda assim, e apesar de tudo, Rita sabe que ele tem uma fixação, em ir para a cama, consigo, e que como Rita não lhe dá bola, porque não quer, ele vem vindo, a jogo - de vez em quando!...Tenta!

Resumindo: - Rita adora estas cenas malucas, que ele lhe apronta. Diverte-se o mais possível!

...

sinto-me: namoradeira...
publicado por mcm às 11:39
link do post | comentar | favorito
Sábado, 6 de Março de 2010

TITO PARIS...

 

«MORNA...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=Ly1H5IN2V-E

 

TITO PARIS É UM MÚSICO DE CABO VERDE E COM SUCESSO EM TODO O LADO.

EU GOSTO DE MÚSICA AFRICANA E GOSTO MUITO DOS RITMOS DE CABO VERDE.

A MORNA É UM RITMO DOLENTE E QUE «CHEIRA» A  SAUDADE...

E OS CABOVERDEANOS, QUE ESTÃO ESPALHADOS POR TODO O MUNDO, TÊM AQUI, NESTE GÉNERO MUSICAL, A EXPRESSÃO MAIOR DESSE SEU "FADO".

PARA TODOS OS QUE HOJE AQUI PASSAREM, E, EM ESPECIAL, PARA CABO VERDE - ONDE SEI QUE HÁ LEITORES DESTE MEU BLOG - VAI ESTE ABRAÇO CHEIO DE VONTADE DE UMAS FÉRIAS, EM BREVE, POR LÁ...

 

Ps. Foto «captada» no igoogle

sinto-me: saturada de inverno...
publicado por mcm às 18:48
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 3 de Março de 2010

«O diário de Rita»...conversa "sem rede"? Yá!...

...

Rita caminhava, pelo fim do dia, em direcção ao Museu Berardo, aonde ia assistir a uma “vernissage”...

- «Sem rede» -  a nova exposição de Joana Vasconcelos

Rita caminhava apressada, absorta nos seus imensos pensamentos e dispersa pelas suas inúmeras preocupações, quando, um estranho,  um homem, bem apresentado, bem-falante, e, bem atrevido, a aborda, de chofre, e lhe diz:

- Você é a mulher da minha vida; agora que a encontrei, não me vai mandar embora?!...Quer jantar comigo?

Rita que estava, como já disse, absorta, em pensamentos “altamente”, respondeu-lhe tipo autómato:

- Yá!

O homem, atrevido, com ar de marialva e bem-falante, e com aspecto de uns quarenta, cinquenta anos de idade, ficou tão estupefacto que retorquiu, de imediato e aflito:

- Eu bem queria mas tenho mulher e filhos, à minha espera!

Riram-se ambos e acabaram logo ali, com a conversa, como era previsivel  de assim ser e acontecer.

Rita, que viveu alguns anos em South África, ainda diz “yá,” quando responde, a qualquer coisa, que pode ser sim, não ou talvez! Qualquer coisa que lhe não interessa; a que não está a dar atenção... em que “yá” quer dizer nada...

- “Yá” é um tique de linguagem que usa, quando não tem nada para dizer! Que trouxe consigo da África do Sul...país onde o «yá» e o «ok» entram em tudo, o que é conversa "mole"...

Rita seguiu para o seu evento - que recomenda a todos vós - e o homem que a abordou, com sentido atrevido e para a provocar, seguiu, também ele, para a sua “mulher e filhos”.

Rita ainda pensou, enquanto, já lá dentro, e durante a “vernissage”, mais isto:

- Aquela é que foi uma verdadeira conversa «Sem rede»!... e contou o episódio, hilariante, aos presentes, ali, seus conhecidos e amigos.

Rita adorou a exposição, que vai por lá ficar até Maio... e a noite terminou bem, pois aquela exposição é belíssima e enche-nos de alegria e vontade de evasão...

...

sinto-me: sem rede...
publicado por mcm às 10:36
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Março de 2010

AMÁLIA...

 

«TROVA DO VENTO QUE PASSA...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=N-L0hI7zMtw

 

AMÁLIA CANTAVA COMO SABEMOS E INTERPRETAVA COMO SÓ ELA  O SABIA SENTIR!

MANUEL ALEGRE, POETA INSPIRADO, TEVE NESTE POEMA UM MOMENTO DE LUZ .

HOJE ENQUANTO CONDUZIA OUVI ESTA OBRA PRIMA QUE AQUI FICA PARA QUEM POR CÁ PASSAR NESTE FIM DE DIA.

 

... " O VENTO CALA A DESGRAÇA,

 O VENTO NADA ME DIZ"...

 

Foto "captada" na galeria igoogle 

sinto-me: enlouquecida
publicado por mcm às 17:58
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

«O diário de Rita»... numa rua de Lisboa...

 ...

Rita está a caminho de um encontro, de trabalho, e, enquanto caminha, manhã cedo, numa rua de Lisboa - a essa hora, quase, deserta, de gente e pejada de folhas, caídas, pedras, arrancadas da calçada, e algum lixo, disperso pelo chão - Rita vai pensando, para consigo, que a nossa vida é como o tempo que faz:

- Tem sol; tem chuva; tem frio e calor; tem luz e tem sombras; tem azul; tem orvalho e tem vento e ventanias; tem estações cíclicas; e solstícios e equinócios...

- A nossa vida é um caldo meteorológico e que nos surpreende com tornados, tsunamis, calmarias e tempestades.

Rita caminha, quase, solitária, pela rua, quase, deserta, de gente e esburacada e suja, em Lisboa, e lembra-se de que - naquela hora matinal, imprópria, para a sua saída de casa, tão cedo - a sua vida está uma calmaria que irá terminar, talvez, daí a pouco, quando chegar ao sítio aonde é aguardada, para debater um assunto, no mínimo, desagradável, que envolve pagamentos de honorários, elevados, em atraso... e, aí, a sua vida, se tudo correr mal, como prevê, pode ficar numa infernal tempestade.

Rita conclui antes de entrar:

- Inspira, bem fundo, o frio matinal e prepara-te para o pior!

E Rita entra no hall, luxuoso, do prédio, também luxuoso, aonde se aloja o seu eventual pagador/devedor de honorários, elevados, em débito...e enquanto sobe ao oitavo andar pensa mais, isto, ainda:

- O dinheiro não pode dar para tudo! Nos tempos que correm, o dinheiro chega para, cada vez, menos coisas. Deveria ser gerido por prioridades... mas alguns, não se preocupam com essas “minudências”! E vivem segundo esta máxima:

- "Gasta o mais que puderes e paga, as dividas, só se te sobrar algum!"

...

sinto-me: lúcida
publicado por mcm às 10:59
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Gostas de evasões?

. Nostalgias...

. Nelson Mandela e Cristian...

. Este poema é maravilhoso....

. Estou com Cabo Verde...

. O homem da tanga...

. Sem comentários!

. Flor de lis...

. BILLIE HOLIDAY...

. Nascimento Rodrigues

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!