Segunda-feira, 2 de Maio de 2011

Sem eira nem beira...

Já te aconteceu não teres aonde passar a noite?

- Estares por aí, no Mundo, e sentires que não pertences a ninguém, nem a lugar nenhum?

Pois é! Há dias assim... em que parece que não temos quem nos acolha; nem aonde meter uma chave na porta e entrar e sentirmo-nos protegidos.

PS:

Pensa nestas coisas e ouve esta música que deixo aqui para ti.

A música é sempre um lugar acolhedor. Podes confiar nesse conforto com toda a tua alma.

Consome música todo o teu dia. Não há nada de melhor, mesmo para trabalhar... 

sinto-me: a dizer a verdade...
publicado por mcm às 18:00
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Abril de 2011

Sedutor/a...

Já te sentiste uma "lady in red"?

Uma grande sedutora?

- Isso é muito bom!

Dá forças e eleva a auto-estima.

Não há mal nenhum em ser-se sedutor/a desde que isso seja porque queres ser apreciado/a como deve ser...

Capricha e pôe-te atraente.

Esta música é o teu mote.

Podes ouvi-la e certamente inspirar-te nela.

A música serve para estas coisas.

Inspira-te o mais que puderes.

Seduz e deixa-te seduzir.

publicado por mcm às 18:02
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Abril de 2011

Sobre ideias feitas...

Não sei bem para que te tenho comigo! Para que te procuro de vez em quando.

- Serves-me para quase nada.

Se penso em quem cuida de mim e me protege, sei que tu não és;

Se penso em quem me faz rir, sei que tu não és;

Se penso em quem me faz carinhos deliciosos e meigos, sei que tu não és;

Se penso em quem me preenche os sentidos na cama e faz bom sexo comigo, sei que és tu.

E por essa insignificância do sexo eu te mantenho comigo!

Será o sexo uma coisa assim tão valiosa para mim?

- Não!

Mas tenho aquela ideia feita, na minha cabeça, de que quem não tem "bom sexo" não existe...

E é por isso que vais estando comigo.

- Para todo o resto, não contas.

Enfim e por fim: és bom em alguma coisa!

As ideias feitas são se para ignorar ou usar, conforme nos der jeito.

E termino com um desabafo:

- As coisas são assim mesmo - quer se goste ou não se goste.

... E os gostos não são para aqui chamados.

publicado por mcm às 11:10
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Abril de 2011

Patins em linha... na Páscoa.

Por favor:

- Não me dês ordens!

Sabes muito bem que eu sou uma mulher que gosta de fazer as coisas, ao seu modo...

Porém, não me leves a sério se eu quiser fazer sexo contigo, só como eu gosto! Não me deixes mandar tudo, e em tudo, nessas horas de prazer e sexo que fazemos com assiduidade necessária e suficiente.

Tu és criativo; tu és paciente; tu és arrojado; tu és aberto a inovações...

Podes dar-me as ordens que quiseres quando fazemos sexo um com o outro - portanto.

Mas, vê bem se te conténs, em todas as outras situações!...

- Não te aturo a dizeres-me o que devo vestir; o que devo comprar; ou não comprar; o que devo cozinhar; que toalha colocar na mesa!

Não sejas metediço!

Nas coisas do sexo podes ser mandão e metediço.

Em todo o resto não te "estiques"... Podes levar uns patins em linha como presente de Páscoa.

Eu sou boa contigo; eu sou permissiva contigo; eu não te aturo tudo.

Compreendido?

Ou queres que te explique melhor?

sinto-me: liberta qb...
tags: , ,
publicado por mcm às 11:07
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Março de 2011

A importância do "talvez"...

Entre as muitas coisas que nos afastam, um do outro, existe ainda a palavra "talvez".

Para ti, homem de acção, e, como te defines, racional, só existe o "Sim" e o "não".

- Para mim existe o "talvez".

Tu achas que o Mundo é preto ou é branco. Eu vejo-o pejado de cores. Vejo nele uma paleta cromática que me arrebata com tantos cambiantes de cor. E por causa disso, se tu me perguntas se quero ter sexo contigo, eu respondo-te que, "talvez"...

- Talvez que queira; talvez que não queira, ter sexo contigo.

Medindo bem as coisas, pelo lado do sim, seria muito fixe termos sexo. Dissipava-se aquela nuvem, aonde te vejo como um ser atraente; cheio de qualidades eróticas; e atirava-me para os teus braços.

Mas se vir bem, também, pelo lado do não, rejeito ter sexo contigo, porque vejo, de igual modo, uma nuvem negra, sobre a tua cabeça, que me alerta para que sejas, muito com certeza, um homem de grandes "tempestades" emocionais; um abismo emocional.

Então, equilibro o nosso "romance",  pré-cama, com o meu "salvador" "talvez".

- Digo-te talvez, porque não te quero na minha intimidade, física; ou porque te quero demasiado comigo, nessa intimidade.

Ganho tempo;contemporizo assim.

Se fosse tão racional como tu, já estava tudo, se calhar, acabado entre os dois.

- Ou não.

Mas quem é o racional aqui?

- Eu penso que a maior racionalidade existe no meu "talvez"! Eu elaboro sobre o nosso futuro, mais ou menos longo.

Vês agora bem, como tem importância o "talvez"?

 

sinto-me: bem, mal, ou talvez...
tags: , ,
publicado por mcm às 10:57
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Março de 2011

Canta...

Hoje lembrei-me desta música. Lembrei-me de que a cantei, muitas vezes, alto e bom som, em grupos de amigos acompanhada de uma viola e com todos, à volta, já bem dispostos e descontraídos, noite dentro...

Esses eram tempos mais leves que estes de hoje.

Mas, apesar de as coisas não serem fáceis hoje em dia, o prazer da música dos Beatles mantém-se.

Como é Sexta-feira; como o dia esteve bonito; como talvez te console ouvir os Beatles...

- Abre este vídeo; escuta esta música; canta se te apetecer...

As "nuvens" se as vires no teu horizonte, talvez se dissipem - ou não.

Mas canta na mesma. Canta.

publicado por mcm às 18:40
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Março de 2011

Ser jovem...

Achas que a juventude é eterna? Que basta pensares-te jovem e pronto?...

A juventude é muitas coisas, e, entre elas, a mais importante é o BI.

É nele que te vês dentro ou fora da juventude.

Não importa que afirmes coisas comuns como:

- "Hoje em dia sinto-me mais jovem que aos vinte!...

Isso é um acto falhado. É um quase desespero.

Ser jovem é olhares para o teu espelho, e, a imagem que lá vês reflectida, corresponder ao teu BI e às tuas ideias.

PS: Esta música que te deixo fala destas coisas; de como os anos nos estragam em todos os sentidos...

Escuta esta soberba voz; escuta a música; discorda de mim à tua vontade...

Ser jovem é ter um aspecto exterior e interior de beleza fresca.

- Nas ideias e na pele do teu corpo inteiro...

sinto-me: mázona
publicado por mcm às 17:22
link do post | comentar | favorito
Sábado, 5 de Março de 2011

Bom Carnaval ...

Cada Dia sem Gozo não Foi Teu

 

Cada dia sem gozo não foi teu
Foi só durares nele. Quanto vivas
Sem que o gozes, não vives.

Não pesa que amas, bebas ou sorrias:
Basta o reflexo do sol ido na água
De um charco, se te é grato.

Feliz o a quem, por ter em coisas mínimas
Seu prazer posto, nenhum dia nega
A natural ventura!

Ricardo Reis, in "Odes"
Heterónimo de Fernando Pessoa

tags: , ,
publicado por mcm às 18:31
link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Fevereiro de 2011

Fama...

És uma pessoa pacata? Uma pessoa daquelas que não gosta de qualquer tipo de publicidade?

- Ou, pelo contrário, dás tudo por um minuto de fama! És capaz de te expores até por maus motivos?!...

Eu não sou famosa; não quero sê-lo; não me interessa exposição alguma, embora, por vezes as coisas sejam difíceis de controlar, isto se houver algum motivo que nos escape ao controlo...

Este preâmbulo foi só para te dizer que escolhi esta música para ti.

É uma música muito célebre e que é aqui interpretada pelos galácticos Três Tenores.

- Campeões universais da fama e por muito bons motivos.

São fantásticos e inesquecíveis...

Tem um resto de dia bom. Houve esta música. Passa bons momentos.

Fica bem e felizzzzzzzzzzzzzzzz... Não te preocupes com a fama.

As coisas mais clandestinas são as que dão mais gozo - na maior parte das vezes. 

sinto-me: BANAL...
publicado por mcm às 17:59
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Na beira da tua piscina...

Pronto! Confesso-te agora a verdade.

- Sou a culpada de tudo.

- Sou a culpada de me amares; de me seduzires; de me deitares, por debaixo de ti, na relva à volta da tua piscina.

- Sou culpada porque fui eu que te "assediei"; porque fui eu que te fiz sentir, por mim, aquelas coisas de que agora, e bem, me culpas.

E eu gosto "destas" culpas!

Sabes que foi bom o que aconteceu; sabes que nós dois sabemos, que aquela tarde, em que a relva à volta da tua piscina, nos serviu de leito de amor, foi uma dádiva que, nem tu nem eu, esperávamos obter.

Tu és um desencantado das coisas do amor e do sexo; eu sou uma curiosa pelas coisas do sexo; sou uma obcecada pelas coisas do amor...

Nem tu, nem eu, planeámos nada de nada.

Eu só fui a tua casa porque tinha tempo; porque tu estás sempre com tempo; porque ambos somos uns ociosos, quando temos tempo para o ócio.

E nessa tarde tu estavas entediado de tanto ócio; eu estava com calor e tempo para o ócio; e para as coisas do sexo e do amor.

E que mais se pode fazer com dois corpos desocupados?

A relva à volta da tua piscina parecia um lençol de cetim!

- Queres que eu me sinta culpada? Claro que sou.

Sou "culpada" pela boa tarde que ambos passámos.

Um dia destes, apareço outra vez... para mais uma tarde de "culpas".

Talvez possamos reparti-las, nessa altura. Tanto me faz. Se for bom, não me importa de quem seja essa culpa.

Podes amar-me à vontade. Podes, depois, atirar-me com todas as culpas.

sinto-me: a divagar...
tags: , ,
publicado por mcm às 11:12
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011

Zeca Afonso...

Zeca Afonos foi sempre uma das minhas referências musicais, em português.

Era um grande músico; poeta; cantor; baladeiro; fadista; ...

Os homens integros fazem -nos falta, hoje em dia.

Só quis aqui - nesta data - saudar e lembrar a sua gostosa memória.

Esta música é uma, entre muitas, que dele escolhi, para lembrar que foi em África que ele compôs, muitos dos seus grandes êxitos da Canção de Intervenção.

Zeca era um homem simples e sério em tudo o que fez.

Por estas coisas, também, eu o aprecio tanto.

sinto-me: saudosa de gente boa...
publicado por mcm às 18:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2011

O que me dói...

Gostava de esquecer, para sempre, muitas das coisas que hoje me assolam o pensamento, roubando-me a boa disposição.

Gostava também de te esquecer.

- Gostava mas não posso.

Não seria capaz de deixar para trás, nas lembranças, a "nossa" parte da história, agora que estás só e à beira do precipício...

Sei que, mais hora menos hora, te irás precipitar, em queda livre, e atingires a tua destruição voluntária.

Tentei; tento; tentarei, tudo, para que tal não aconteça.

Não te quero mal nenhum. Não te quero infeliz; não te quero saber doente, ao ponto como te sentes.

Gostava de esquecer quase tudo o que me faz recordar-me de ti.

- Gostava.

Sei que não serei capaz.

Preciso sentir-me boa contigo; preciso sentir-me boa comigo; preciso.

Vou ter a tua casa, mais logo.

- Sei que me não queres ver...

Irei, ainda assim, e sujeitar-me-ei a todas as tuas impropriedades comigo. A todas as tuas rejeições.

Sei que já não és tu a falares...

E, isso é o que mais me dói, sinceramente.

sinto-me: a divagar...
tags: ,
publicado por mcm às 10:47
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Fala-me verdade...

. Acho que sim...talvez.

. Nostalgia...

. As "coisas" do Amor...

. Demasiado bom!...

. Em terra...

. "Anel de fogo"...

. Namora...

. Despe-te...

. Devastada...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!