Segunda-feira, 15 de Novembro de 2010

Dizes-me que te "faço" impotência sexual!....Não percebo.

O nosso amor estava agora num triste Ocaso.

- Descia a pique até se esvanecer, por completo, mais dia menos dia.

Quando te conheci acreditei que, a minha situação amorosa, estava resolvida para a vida inteira!

Eu realmente fui crente no teu amor.

Agora vejo tudo a desmoronar-se à minha volta:

- Tu ficas macambúzio, durante horas; tu nem um beijo já me dás, ao acordar; tu nem boa noite me dizes quando regressas, ao fim do dia, para casa. Vivemos um ambiente de cortar à faca:

- Eu, ressabiada, desconsidero-te; não quero sexo contigo; digo-te que não prestas na cama; que és uma lesma na cama; que não tens ritmo nem carisma sexual, ao meu ver.

- Tu, sei lá porquê, não me ligas nenhuma; achas que eu tenho razão nas queixas que te apresento; dizes que sexo, comigo, está fora de questão; que perdeste essa vontade; que eu te provoco impotência sexual...

Andamos para aqui à espera que as coisas se resolvam, por si, e que cada um encontre  outro amor que preencha esta solidão em que nos metemos, ambos.

O nosso amor está agora num triste OCASO! O nosso amor é uma história que não acabou, e nem terminará bem.

O nosso amor desintegrou-se - ficou em cacos, espalhado pelas divisões da nossa Alma, agora só, e orfã de afecto.

Estamos ambos a viver a nossa "guerra das rosas".

- Tu fazes-me uma; eu faço-te outra maior!

Vivemos de desconsiderações mútuas.

Sei que não vamos a lado nenhum, mas é mais forte do que eu:

- Se me desconsideras, que queres que eu faça?

Queres que te beije; te abrace; te diga, vem deitar-te, comigo?

Claro que isso me passa pela cabeça!... Mas tenho o meu orgulho. E tenho a minha dignidade - que me impede de te implorar, assim:

- Gostava tanto que voltássemos a fazer sexo, uma última, primeira, vez?!...

E fazíamos esse sexo; e abraçavamo-nos, no fim; e nunca mais nos agredíamos, nem com uma pena de pássaro!...

Mas esse é só um sonho impossível, que me passa pela frente, na minha cabeça, muito de vez em quando!

- Só um sonho!

As nossas vidas estão, mesmo, desfeitas.

sinto-me: do avesso...
publicado por mcm às 10:14
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!