Domingo, 7 de Novembro de 2010

Ámanhã já não existes! Vou-te comer, toda...

- Amor!... Não vás já embora!...

- Fica aqui comigo, esta noite!...

- Ficas?

Tu, que já estavas vestido para saíres, tiraste a roupa, num ápice e atiraste-te para cima da minha cama; agarraste-me, e disseste-me assim:

- "Pequenina" tu não sabes o risco que corres, em me quereres contigo, a noite inteira?!... Amanhã, já nem existes. Vou-te comer toda!"

Eu que adorava, por completo, as tuas fanfarroníces, na cama, entrei no jogo e respondi-te:

- Meu Gato selvagem e adorado, devora-me antes que amanheça!... E, se sobrar um ossinho, que seja, come-o ao pequeno almoço!...

E desta forma explicita nós assumimos fazer uma noite de sexo, a valer.

- Foi tudo muito à séria; tudo como se manda nos manuais; e ainda acrescentámos algumas, pequenas grandes, "criações" nossas. Foi uma noite santa e santíssima:

- De muita folia; muita romaria; muita bailação; muita confusão; muita excitação...

Quando o dia já clareava, nós, em absoluta rendição dos corpos - fatigados - entregámo-nos nos braços de Morfeu.

Quando depois, muito mais tarde, dia alto, abri os olhos, tu já não estavas ao pé de mim.

Tinhas saído, sorrateiro, para ires passear o teu cão!!! que estava "abandonado" desde o dia anterior.

Pela tardinha, quando voltaste, vinhas com ar prazenteiro e feliz.

Fiz-te um chá; acendi-te um cigarro que fumámos, a meias; vimos o dia findar, olhando-o pela janela, em silêncio.

Hoje que te recordo, tenho duas imensas saudades tuas:

- Saudade do teu corpo e da tua enorme disponibilidade para me dares prazer;

- Saudade dos silêncios partilhados, como sinal de enorme satisfação mútua.

Confesso, com sinceridade, que tenho imensa falta de ti. Ainda, talvez, alguma paixão!

Podias voltar? Podias não ser tão "menino" do teu cão e das tuas coisas? Tão egoísta e tão dono da tua vida? Tão impossível de aturar a tempo inteiro?...

Apetece-me chamar-te um nome.

- Mas contenho-me.

Tenho maus e bons pensamentos; maus e bons sonhos; saudades e saturação, dos nossos tempos um com o outro...

sinto-me: domingueira...
publicado por mcm às 13:19
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!