Segunda-feira, 11 de Outubro de 2010

...No dia em que adoeci - gravemente - parecias perdido...

Tivemos muitos dias em que fomos, estupidamente, felizes!

- Sim, que a felicidade é um estado transitório, de estupidificação, e de alienação da realidade. A realidade é, por norma, infeliz.

Tu e eu juntos e a derivar; à solta e sem rédeas; sem limites e ilimitados, na nossa própria pequenez, fizemos dos nossos dias menos felizes, um manual de sobrevivência à realidade. Fomos felizes.

No dia em que eu adoeci - gravemente - tu parecias perdido e mais doente que eu. Tive que apelar às minhas últimas forças e dar-te todo o alento, que eu não sentia em mim. E tu aproveitaste esse meu último fôlego; animaste-te; foste um homem solidário; foste meu amigo; foste meu "médico"; foste a pessoa que eu necessitava, ao meu lado, naquela hora, tão negra, das nossas vidas.

Quando, nos intervalos dos tratamentos, eu conseguia uns dias de menor sofrimento, tu quase me conseguias rejuvenescer; fazer acreditar que eu era a mesma mulher; que eu era a "tua" mulher; que eu era a "única" mulher naTerra!...

Com ternura e muita meiguice, fazias um enorme esforço - julgo eu - para me amares; me beijares; me estimulares; fazeres sexo comigo, doente, mas a precisar de me sentir desejada; de me sentir pessoa... apesar de em cacos.

E eu, que não tinha forças para nada, nessas horas que nem sei como lhes chamar, quase me sentia feliz; e quase me esquecia que estava reduzida a uma quase espécie de "farrapo" humano, sem jeito nem utilidade.

- Sentia-me um "caos," desarmonioso e algo repugnante.

Foram tempos muito duros e de muitas provações, para ambos.

Claro que quem está doente, tem a pior parte, do papel que cabe ao casal, nessas horas, desempenhar. Mas tu foste um companheiro inestimável; uma pessoa indispensável; um amante sincero, apesar de tudo ter que ser, bastante encenado. Bastante teatral. Foste o meu "santo" protector. Tudo ultrapassámos:

- A minha doença; o meu estado físico desastroso; a minha falência física, quase, total.

Hoje que te recordo, faço-o por isso mesmo.

- Sem ti, a apoiares-me e a fazeres-me sentir gente; mulher; fêmea; amada; amante, eu não teria conseguido, talvez, ultrapassar tão gigantesco obstáculo. Ter-me-ia deixado afundar por falta de forças e estímulos.

E por isso te digo que és um homem com "H" maior. Que és um ser maravilhoso. Que enquanto eu viver te amarei.

Que os teus deuses te dêem saúde. Mas se ela te faltar, ter-me-ás ao teu lado, vinte e quatro horas seguidas - todos os dias.

É nestas situações que os sentimentos duradouros se alicerçam. Os que são para toda a Vida. Que são para a nossa eternidade.

sinto-me:
publicado por mcm às 10:24
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!