Quinta-feira, 19 de Agosto de 2010

... "eras casado um por cento"...

Ao princípio achava-te muita piada!

Conhecêramo-nos numa festa; eu estava livre; tu, disseste-mo, "eras casado um por cento"!... (Ainda hoje não sei o que isso queria dizer!)

Dançamos e flirtamos toda essa noite e trocamos telefones; e logo no dia seguinte voltamos a encontrar-nos naquele que foi o primeiro de tantos e tantos outros encontros...

Durante um tempo fomos avançando na relação e comecei a notar que nutrias uma forte inclinação, obsessiva, por conversas de sexo!

Se eu te dizia que tivera um problema e queria falar-te disso, tu respondias-me.

- "Vamos mas é para a cama e depois de uma boa sessão de sexo, já nem te lembras mais desse assunto".

Se me doiam os dentes: sexo; se me batessem no carro: sexo; se estivesse mau tempo: sexo; se estivesse bom tempo: muito sexo...

E ao princípio, eu achava-te piada.

Mas com o tempo vi que era impossível ter uma conversa de qualquer espécie contigo, que não fosse sobre o estafado tema -"Sexo".

Pensavas tu que eras muito interessante sexualmente; muito entendido em sexo; muito criativo em sexo; muito mais homem que os outros homens!

Por mim - e sei que não sou nenhuma "especialista" na matéria - achava-te banal na cama.

Ao princípio, repito, achava-te alguma graça, porque ainda pensava que estavas - só - a tentar provocar-me, com o recorrente e exaustivo tema, «sexo», sempre, por conversa. Tudo era sexo e sobre sexo ...

Mas quando vi que além de seres atraente, do ponto de vista físico; que apesar de teres uma profissão, com preparação cientifica, eras obcecado por conversas banais e incapaz de te manteres num registo de conversa com temas mais sérios e abrangentes, inventei  uma impossibilidade profissional, e deixei de te aparecer- ao principio; deixei de te ir atendendo o telefone - aos poucos; deixei de manter qualquer contacto contigo - enfim e por fim!

Durante um tempo, ainda ias tentando voltar, mas também não insististe muito.

- Deves ter ido dar cabo da cabeça a outra qualquer que, depois de perceber o mesmo que eu, te deve ter "despedido," por incumprimento verbal...

Mas ao princípio, quando te conheci, achei-te imensa piada...

Embora sexualmente fosses uma pessoa previsível, eu achava-te graça e excêntrico - enquanto não me saturaste até ao cimo!

Depois, por fim, já nem te podia ver, nem ouvir. Finito!

- A vida tem destas coisas.

sinto-me:
publicado por mcm às 10:13
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!