Sexta-feira, 13 de Agosto de 2010

Às Sextas eramos, quase sempre, felizes...

Enquanto nos amámos as sextas-feiras eram dias de felicidade para ambos.

Pelo fim da tarde encontrávamo-nos e era uma noite linda a que então sabíamos fazer acontecer.

Os teus gostos, enquanto foste uma pessoa tolerável, eram gostos compatíveis com os meus:

- Comíamos peixe "ao sal"; bebíamos vinho Muralhas; nunca pedíamos sobremesa; e, depois, quando a refeição terminava, tu fazias um brinde, com palavras estudadas, subtilmente, e, com uma intenção qualquer que envolvia ambos, num futuro de partilha e muito amor...

E eu ficava suspensa dessas tuas palavras, e, pior ainda, acreditava nelas e em ti.

Foram os nossos bons tempos! Tudo era delicioso e muito bom, nessa altura:

- O convívio era bom; as opções mútuas excelentes; o sexo era  brutal; o pós sexo era de comer e esperar por mais; tínhamos humor; tínhamos confiança; éramos seguros; existíamos só para a nossa paixão. Nunca nos entediávamos da presença um do outro.

Eu corria para ti, sempre que podia; tu vinhas até mim, quando eu to sugeria, tu querias ou podias; estávamos sempre sequiosos de nós ambos juntos...

Depois, aos poucos e com o tempo, foste sofrendo alterações comportamentais e outras; e no fim, eu já te achava quase esquizofrénico de tão instável e imprevisível que te tornaste. Tudo ficou demasiado cáustico e sem qualquer doçura, entre nós.

Mas, sendo agora bem sincera, reconheço que às sextas-feiras, e durante muito tempo, fomos muito exemplarmente felizes, um como outro...

- Eu acreditava ainda em ti; tu ainda eras igual ao que eu te imaginava; eras quase equilibrado e quase real.

E é por isso que as sextas-feiras serão sempre um dos dias em que te recordarei com um pouco mais de generosidade.

- Só isso.

Os meus sentimentos por ti, hoje em dia, são, no geral, de alguma compaixão e muita pena.

Ou, como alguém célebre escreveu:

- "Nenhuma mulher ama o mesmo homem duas vezes"...

sinto-me: a divagar...
publicado por mcm às 10:22
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De daniel a 13 de Agosto de 2010 às 13:10
Olá. Uma amiga mostrou-me o seu blogue. Interessante que ele é... que imaginação... e que lembranças me traz de vivências com mulheres.
Quanto a esta sua última entradae e mais umas quantas que li: pois, pois... eles são todos uns bandidos e vocês, mulheres, umas maravilhas da natureza, sempre sofredoras inocentes... Houve alguém muito antigo que disse: "Quando um homem e uma mulher se encontram, ele espera que ela nunca mude, mas ela muda; ela espera que ele mude, mas ele nunca muda"... Não será aqui que bate sempre o mesmo prego da roda que gira? Portanto, aguentai-vos à luta, que nós, homens, também fazemos o melhor que podemos... enquanto não evoluirmos ambos para outro estádio de percepção das realidades da vida.
Ah, mulheres, bicho delicioso e complicado!
De mcm a 13 de Agosto de 2010 às 19:04
Olá Daniel;
Apreciei o seu comentário que lhe agradeço.
Em relação ao que diz somente posso dizer que, em sentido muito lato, concordo...
Porém, eu não escrevo sobre "a guerra das rosas" nem sou contra os Homens em geral e muito menso contra alguns em especial.
Os homens são como as mulheres.
- Durante um tempo, esforçam-se e dão o seu melhor...
Depois, vem o desleixo ou outra "novidade" em que se investe o charme.
E aí começa o desencanto mútuo.
Neste blog, já muito se escreveu, também, sobre mulheres e, nem sempre, pelo melhor motivo.
Aquilo que se pretende, é escrever sobre as várias facetas do Ser Humano...
E esse tema é inesgotável.
Muito bfds para si.
c.

Comentar post

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!