Domingo, 25 de Abril de 2010

Ser jovem e sexualmente madura...

Bateste-me à porta do meu quarto, onde eu sentada na cama e sem sono, lia os jornais. Entraste e pediste-me para conversarmos!

Era quase uma hora da manhã e disse-te que sim; que te sentasses, ao pé de mim, na cama e me dissesses o que te preocupava - ou não - para vires assim, àquela hora, conversar comigo.

Tu sentaste-te, então, e, de rompante, atabalhoando as palavras e sem sequer respirares, lá foste dizendo o que me vinhas contar:

- Que a tua maior amiga estava grávida; que tinha dezasseis anos; que não sabia o que dizer aos pais; que não sabia o que dizer ao namorado; que não sabia o que fazer com aquela gravidez!...

Vi no teu rosto, jovem e lindo, um traço sincero, de angústia pela angústia alheia, e tentei serenar-te.

- Perguntei-te o que seria adequado eu fazer.

Disseste-me que nada. Só ouvir-te e dizer-te qualquer coisa para dizeres à tua amiga, que até andava a pensar fugir, sabe-se lá para onde...

Disse-te que lhe aconselhasses falar com os pais; com os dois ou só com um, dos dois - o que lhe fosse mais próximo; que estar grávida, com dezasseis anos, não é um crime, mas é um grande problema, que tem que resolver... e com ajuda dos pais e conhecimento do namorado; que é cedo para ser mãe, mas que não é o fim do mundo; disse-te o que senti naquela hora - tristeza por ela !

Perguntei-te ainda, se alguém mais sabia dessa gravidez, da tua amiga... e, respondeste-me uma coisa desconcertante:

- "A turma toda sabe, mas ninguém disse nada fora do grupo! Todos a apoiamos."

Disse-te que falasses, então, com ela, e que era a hora de ela resolver contar aos pais.

Deste-me um beijo e foste dormir.

Meia hora mais tarde espreitei à porta do teu quarto... e vi que dormias tranquila.

Fui-me deitar, de novo, e pensei:

- Ser jovem, ser mulher, ser sexualmente madura, e fazer tudo bem, sem nos prejudicarmos, é um milagre! Quando isso nos acontece, nem nos damos conta dos riscos que corremos e das coisas determinantes, para o nosso percurso de vida, de que nos escapámos - muitas das vezes - só por mero acaso...

Fechei a luz e custou-me a adormecer.

sinto-me: a olhar o dia...
publicado por mcm às 13:46
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!