Domingo, 12 de Junho de 2011

Domingo...

 

Há quanto tempo não te viras para quem amas e lhe dizes olhos nos olhos:

- Quero-te.

E depois tudo pode e deve acontecer...

Bob Dylan é um dos meus ídolos.

Esta música é dele e é uma música para te inspirares; ficares mais feliz; para ouvires passarinhos a cantarem dentro do teu peito.

Ouve então a música e tem um resto de Domingo muito bom.

tags:
publicado por mcm às 19:08
link do post | comentar | favorito

Ama-me devagar...

Ama-me.

- Devagar; por inteiro; sem pressa, alguma.

Tenho tempo e tenho desejo de ti.

Por agora estou, ainda, possuída por estas duas benesses, que a Vida me concedeu...

- Quem sabe quanto duram?!...

É tudo tão efémero a este nivel!

O Tempo destrói-nos; o desejo some-se; o sexo escasseia-se... Rareia e acaba!

Quando nos damos conta já nem sexo temos; nem desejo; nem líbido.

Por isto, e por tudo o que não digo, ama-me.

Ama-me devagar.

sinto-me: bla,bla,bla...
tags: ,
publicado por mcm às 13:32
link do post | comentar | favorito
Sábado, 11 de Junho de 2011

Passeio ao campo...

Guia com cuidado e sem pressas; quero saborear este nosso especial momento!

- Quero e preciso deleitar-me com a paisagem circundante que se avista desta estrada que calcorreamos.

São encostas verdes; casarios dependurados por elas abaixo; são flores de tantos matizes; são cabras e ovelhas a subir e a descer as encostas; são as gentes que imagino que  por ali habitam...

Deixa-me ir em silêncio e absorver assim toda a beleza.

Hoje sou feliz desta maneira - poética e campestre.

- Sabes bem que gosto do campo!

A cidade é uma saca imensa de cimento. Não me traz tantas vibrações interiores.

Amo-te. Hoje amo-te muito e mais que sempre.

tags:
publicado por mcm às 13:15
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Junho de 2011

Quero ser feliz...

´

" É de pedir aos céus que eu quero é ser feliz"...

 

Esta música é do melhor que se faz em português.

Hoje é Dia de Portugal e eu achei que deveria dar aos visitantes deste meu blog algo de muito bom e novo.

Ouve pois esta música do princípio ao fim...

Fica bem e pede o teu bocado de Felicidade a quem ta possa dar.

sinto-me: a brindar a Portugal
tags:
publicado por mcm às 18:47
link do post | comentar | favorito

Podes matar-te...

Por mim podes ir; podes ficar; podes morrer!

- Sabes de que lado estou!

As tuas malvadezas deram-me cabo da tolerância. Já não sei, sequer, o que essa palavra quer dizer.

Deste-me tantas razões para te afrontar, que só me apetece escorraçar-te da minha Vida, toda, para sempre.

Foste o homem que mais me traiu!

Que mais me mentiu!

Que mais me desconsiderou.

Traíste-me no sexo que fazias com as outras; traíste-me nas mentiras que me contavas quando chegavas de ao pé delas;desconsideraste-me quando, ainda assim, dizias que me amavas e querias ter sexo comigo.

Eu fingi acreditar-te!

O tempo em que me enganei a mim mesma já lá vai.

Sei quem tu és.

- E não me interessa o que se passa ou passará contigo. Podes até matar-te...

tags: , ,
publicado por mcm às 10:37
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Junho de 2011

A minha sorte...

Consideras-te uma pessoa com sorte?

- Ou, pelo contrário, és mais ligado ao azar?

No meu modesto ponto de vista "a sorte" constrói-se e dá imenso trabalho quando surge.

No entanto, nada me impede de achar que, se me saísse o Euromilhões, a minha sorte estava muito favorecida...

 

PS: Esta música é uma música que fala destas coisas da sorte; de ficar à espera da nossa chance; da nossa boa oportunidade.

Se andas à procura da tua sorte, não te distraias, nem por um segundo. Há que aproveitar o instante em que ela surja - ou não.

tags:
publicado por mcm às 17:45
link do post | comentar | favorito

Sem restrições...

Bom dia meu amor!

- Liguei-te para te dizer isto; e para te convidar a ires comigo aos fados!

Quero que me venhas buscar, no teu carro; quero que conduzas devagar e nas calmas; quero que me dês a mão; quero que me abraces pela cintura quando nos encaminharmos para o sítio aonde a nossa noite se consumará, pela metade.

- Aonde jantaremos; aonde ouviremos as guitarras a trinarem e as vozes afinadas dos fadistas; aonde no silêncio circunstancial da noite me dirás baixinho ao ouvido, que só me amas a mim - para o resto das nossas vidas.

Depois voltamos para casa. Rendida a tanto amor deito-me contigo.

- Faremos desta noite, do que resta desta noite, uma noite perfeita.

Será tão perfeita que nem tempo teremos para fazer sexo. Faremos amor. Faremos sexo com amor. Faremos o que nos der na cabeça...

As pessoas felizes não têm restrições quando se amam.

tags: ,
publicado por mcm às 11:04
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 8 de Junho de 2011

Magias...

Sentes-te bem? Estás apaixonado/a?

- Então esta música é para ti.

Mas, se não estiveres amando ninguém, também podes abrir o vídeo; saborear este ritmo; ouvir esta música.

Tudo é bom quando precisamos de estar com o astral em alta.

Motiva-te e sê proactivo/a.

Faz o que puderes por ti. O Mundo aprecia isso.

Inventa as tuas magias. Sê uma pessoa apaixonada pela Vida. Pelos outros.

tags: ,
publicado por mcm às 18:29
link do post | comentar | favorito

Estrada de pedras...

Acordo, ao teu lado, deitada numa cama de pregos...

Caminho até lá, todos os dias, por uma estrada de pedras, algo sinuosa.

- Deixa-me os pés em ferida; o corpo dorido; a Alma sangrando.

Deito-me na nossa cama de pregos e sinto-me como o bom ladrão:

- A ser crucificada injustamente.

Levanto-me com a mesma sensação. E é essa a minha cruz.

Carrego-a e peço aos céus que me aliviem desse fardo.

Queria muito ser livre!

Mas como?

tags:
publicado por mcm às 11:14
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Junho de 2011

Uma oferta pr ti...

 

 

Um clássico de Leonard Cohen, numa voz maravilhosa da área do Jazz.

Esta música é um must e merece ser ouvida muitas vezes; em muitas versões e vozes diferentes.

É uma música que nos faz sentir melhores quando a ouvimos.

Deram-ma hoje, a mim, no Facebook ... e agora fica aqui para vós.

Um resto de dia muito bom.

tags: ,
publicado por mcm às 18:57
link do post | comentar | favorito

Quarto de hotel...

Chegavas e eu entregava-me a ti - aos teus braços fortes, que me apertavam contra o teu corpo.

- Dava-me a ti, inteira. Por inteiro...

Foi sempre assim o nosso afecto; a nossa relação.

Éramos dois loucos, dando asas à sua loucura, dentro das paredes de um quarto de hotel, ao fim do dia, um dia por semana.

Quase não falávamos. Tudo era dito com, e pelos, nossos corpos.

Mas eram os gemidos que nos denunciavam; os gritos de prazer, também.

Tu punhas-me,então, uma almofada na boca. Eu sufocava-te como os meus beijos...

E eram estas as melhores maneiras de comunicarmos, quando fazíamos sexo, naqueles tempos de evasão.

- Um quarto de hotel; dois corpos; sexo e mais sexo.

Disso resta-me hoje só esta memória... e já me basta.

A loucura, a minha loucura, persiste.

tags: , ,
publicado por mcm às 11:11
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 6 de Junho de 2011

As horas...

"Passa o tempo de corrida quando falas e eu te escuto...

Nas  horas da nossa vida ; cada hora é um minuto"...

Quando estás ao pé de mim sinto-me dona do Mundo; mas o tempo é tão ruim tem cada hora um segundo"...

 

Este fado na voz inolvidável de Maria Teresa de  Noronha, é de uma imensa poesia. Um encanto de ouvir e voltar a ouvir... sem parar.

Quando estamos apaixonados o tempo voa!

Pior é quando o tempo parece que não passa e todos os minutos parecem horas intermináveis.

 

PS: Ouve esta música que te deixo. Evade-te pela música e pela poesia.

A Vida fica-te mais "prazentosa". A Vida fica-te mais convidativa... 

publicado por mcm às 18:21
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!