Terça-feira, 17 de Maio de 2011

Pesca e felicidade...

 

Hoje a "música" é outra.

Esta é a música da alegria de viver; de se fazer algo de que se gosta muito. De estar em comunhão com a Natureza...

Eu adoro desportos de ar livre; de apreciar as coisas boa e belas que estão ao nosso dispor nesse Mundo ao nosso alcance.

Vê este vídeo; ri um pouco; "pesca" à tua vontade.

Assim, qualquer um é campeão.

Esta "música" é a da alegria de estar vivo e feliz.

sinto-me:
publicado por mcm às 18:00
link do post | comentar | favorito

...à maluca...

Eu queria mudar-me e ser boa para ti; mas todas as minhas tentativas na matéria me saíam falhadas.

Todos os dias prometia a mim própria que seria meiga e compreensiva contigo; mas na hora de ser ambas as coisas, fazia exactamente o contrário...

Quando entravas em casa era como se me saltasse uma mola cá dentro, e a raiva por ti começava a jorrar.

- Fazia-te toda a espécie de desfeitas e desconsiderações!

A meiguice que queria dar-te era transformada em afrontas. E, cada vez, mais afrontas.

Eu queria fazer-te carinhos mas dava-te só gestos bruscos e atirava-te as coisas que me pedias, à maluca. Mesmo na cama eu era muito má:

- Ou rejeitava fazer sexo; ou começava bem o sexo e terminava antes do fim; ou te dizia que sexo contigo me fazia mal!

Tu desesperavas e desistias.

E desta maneira a minha vida andava um inferno.

Eu criara este inferno para nós. Estava mesmo desequilibrada.

- Sabia-o.

Mas não me controlava nem pedia ajuda.

Estava a sofrer e a fazer-te sofrer. E via que tu já não aguentavas mais. Via-o bem.

sinto-me: a dar palpites...
tags: ,
publicado por mcm às 11:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Maio de 2011

Mudança...e detalhes.

 

"Meu pobre coração não vale nada; anda perdido; não tem solução..."

 

Esta é uma música de que gosto muito.

- Gosto da melodia; da letra; da voz.

Hoje quero dar-te, a ti também, este meu "gosto":

- Há dias em que era bom que déssemos uma volta de trezentos e sessenta graus, na nossa vida. Renascíamos e talvez corresse tudo melhor.

Pensa nas coisas que podes mudar para te sentires mais satisfeito/a com o teu percurso. Há sempre qualquer coisa que podes fazer...

Os detalhes; as insignificâncias, são o que mais podes alterar a teu contento.

Resolve-te e muda o que puderes.

publicado por mcm às 17:57
link do post | comentar | favorito

Despeitada e má...

Estava agora possuída pelo despeito.

- Sabia que me traíras... E traías.

Nada do que sonhara para mim era agora já possível. Sentia-me como um trapo velho, atirado para o canto dos monos dispensáveis.

Eu sei que, de alguma maneira, merecia bastante as tuas traições.

Com os anos fui-me desprezando; ficando feia por fora e por dentro.

- E, como pode uma mulher, com esta consciência de si, dar algo de bom a alguém?

Foi por isso que me traíste e trais. Não te dou nada.

- Nem conversas; nem apoio; nem companhia; nem sexo; nem amor; nem amizade.

Sou uma "coisa" que de si mesma tem a pior das ideias.

- Uma "coisa" sem alma e sem sexo! Sem charme nem chama...

E, como tal, o meu despeito vai obrigar-me a ser má. Vou ser má contigo e com todos.

Sou uma mulher despeitada. Sou má.

tags: ,
publicado por mcm às 10:45
link do post | comentar | favorito
Domingo, 15 de Maio de 2011

Aos domingos não te quero...

Aos domingos, muitos deles, eu ficava ansiosa e triste.

Era o dia em que a tua presença, mais me incomodava. E incomodava-me porque a nossa paixão, que o fora, terminara há muito.

Terminara, porque terminara.

- Foi-se!

Um dia, sem que me desse conta, já te não desejava como antes; já te não achava a graça de antes; já me entediavam as noites contigo.

E aos domingos as noites eram maiores!

- Eu começava a imaginar-me a fazer sexo e a não querer ter sexo; começava a imaginar-me a rejeitar ter sexo; começava a entrar em insónia e a levantar-me; e a sentir uma dor cá dentro do meu peito... E aquilo que dantes fora bom, parecia-me, aos domingos, uma coisa de morrer; e gostar de estar morta - para não te ter de ter.

Tinha vontade de te deixar, aos domingos; nos outros dias, nem sempre...

Tenho uma enorme incerteza, em relação à nossa relação.

Gostava de te ter como antes - com paixão!...

Mas a minha paixão por ti, acabou-se. E, assim, não sei que faça.

Quero-te bem. Mas não te quero para nada de intimidades, por agora.

Os domingos sâo dias infindáveis.

sinto-me: a dar palpites...
tags: , ,
publicado por mcm às 13:48
link do post | comentar | favorito
Sábado, 14 de Maio de 2011

Obsessão e ódio...

Já te aconteceu estares obcecado por alguém?

- Pensares dia e noite, na mesma pessoa?

Não teres paz; nem alegria; nem nada?

Pois é, a obsessão é uma coisa doentia e que pode levar à loucura. Tenta livrar-te disso e vive.

- Faz da tua vida uma vida cheia de amor saudável; com sexo - muito, e satisfatório; com paz na tua alma; e muita paixão no teu coração.

As doenças do amor e do sexo são males, que mais vale que não entrem em nós.

- Comem-nos as entranhas...

- Destroem-nos, absolutamente.

Pensa nestas coisas e não as deixes controlarem-te... e nem aos teus dias.

Vive e ama. Controla-te tu a ti mesmo. Sê feliz por inteiro.

A obsessão gera o ódio, ou a apatia. E nada disso é bom.

- Não te entregues a essas coisas.

Sê o dono do teu destino. Sê um Ser bom e feliz.

tags: ,
publicado por mcm às 10:55
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 13 de Maio de 2011

... virgem...

E porque tu eras um divertido, às vezes, virávas-te para mim, em jeito de desafio, e, dizias-me assim:

- "Doçura, prova-me do que és capaz! Prova-me de que me sabes tornar num homem, despudorado!"

E eu, que te adorava, nessas alturas e ainda hoje, ria-me e retorquia-te da seguinte forma:

- Nem doce; nem mulher; nem despudorada...

Sou só uma virgem, inocente, que espera pelo seu príncipe encantado.

- Tudo em mim é  expectativa e curiosidade e com uma espécie de libido reprimida à espera de se soltar...

E tu abraçavas-me; beijavas-me, por todo o lado; despias-me; e fazíamos, como tu dizias, a minha "iniciação" nas coisas da cama.

E era nesses dias que o sexo era sublime:

- Era um sexo meigo; feito de entrega; feito de sabores diferentes.

Nada nesses dias foi mau. Tudo foi como devia ter sido:

- Perfeito.

Hoje em dia sinto esse vazio em nós.

- O vazio dos momentos perfeitos que já não existem.

Somos dois seres acomodados e sem romance.

sinto-me: bla,bla,bla...
tags: , ,
publicado por mcm às 11:03
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 12 de Maio de 2011

Sedução e sonho...

 

Boa tarde para todos.

Esta música é uma das grandes músicas que Paulo de Carvalho alinda, com a sua fabulosa voz, sobre um poema de sonho...

Esta é uma música que muitos acharão antiga!

Eu acho-a um "must".

Retrata uma época em que ainda havia espaço para o sonho; a imaginação; a sedução; a cortesia e as boas maneiras.

Mas, hoje em dia, isso é tudo muito escasso.

A vida perdeu muitos encantos e um deles foi o de os homens e as mulheres se galantearem pouco. Ou nada!

Eu tenho uma enorme pena por isso ser assim.

A sedução alimenta a imaginação que dá lugar ao sonho...

tags: ,
publicado por mcm às 18:17
link do post | comentar | favorito

Dois loucos que se amam...

Eu olhava para ti e tu olhavas, também, para mim.

- Estávamos a namorar-nos; olhos nos olhos...há imenso tempo.

Dizíamos, assim, dessa forma directa e sincera, que nos amávamos; que nos queríamos; que nos desejávamos, muito.

E num impulso, simultâneo, levantámo-nos e fomos directos a casa.

E, lá chegados, explodimos em beijos; em abraços; em encostos; em sexo; em descanso; em mais sexo...e em mais sexo.

E foi uma noite de ir às estrelas; voltar à terra; regressar às estrelas.

Fomos muito frugais no sexo e em tudo, nessa noite.

Fomos o que somos.

- Dois loucos que se amam.

Eu sou louca, por ti... e, tu és louco, por mim.

Vivemos esta loucura, com perfeito conhecimento do nosso estado.

tags: ,
publicado por mcm às 11:12
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Maio de 2011

Radioactivo...

 

Esta música é embelemática.

É uma música triste e com uma mensagem de muita actualidade...mas muito triste também.

Depois de Hiroshima já outras desgraças radioactivas destruíram vidas e vidas.

Hoje deixo aqui esta memória para que essas vitimas nunca sejam esquecidas.

- A Paz é o mais fundamental no Mundo e é cada vez menos uma realidade.

Pensa nestas coisas, pf.

Não sejas tu também, um dia, radioactivo sem pensares! 

tags: ,
publicado por mcm às 19:40
link do post | comentar | favorito

O dia em que te conheci...

Eu vestira, nesse dia primaveril, o meu vestido de flores amarelas!

- Vestira-o porque estava especialmente alegre e com vontade de fazer coisas também alegres.

E dessa forma feliz e enfeitada, de flores, saí de casa e fui trabalhar. E tudo me corria bem nessa manhã.

As matérias em apreço, sobre a minha secretária, eram neste dia, menos enfadonhas; as pessoas à minha volta mais bonitas e inteligentes; o café do meio da manhã, até cheirava melhor... e diferente.

Foi nesse dia assim, tão alegre, que te conheci.

Talvez eu te procurasse, até! Talvez tenhas reparado em mim porque estava assim radiante de felicidade.

E conversámos; e trocámos olhares; e marcámos coisas para o fim desse dia...

E porque eu estava possuída de felicidade e desejo fomos para minha casa.

E foi deslumbrante a noite; o teu cheiro cruzado com o meu; o sexo; o sexo; o sexo...

No dia seguinte, depois de dormir, acordei sem Primavera alguma na minha vida.

Voltou tudo ao tédio do costume.

Mas esse dia, ganho para a eternidade, ninguém já mo tira.

- Ninguém.

sinto-me: a divagar...
tags: , ,
publicado por mcm às 10:57
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Maio de 2011

Momentos de beleza...

Sentes-te cansado? Vazio? Sem motivações interiores que te animem?...

Abre este vídeo; fecha os teus sentidos às outras coisas e ouve esta música - em silêncio absoluto.

É uma música purificadora e inspiradora - com uma superior qualidade de interpretação.

- Única, diria mesmo.

No fim de escutares a música, pensa então na tua vida...

Verás que concluis por, que ela se justifica, porque tu és mais feliz agora, que antes de a ouvires - à música...

Momentos de interioridade e paz são coisas de que precisamos para viver, como de ar e água.

Faz acontecer na tua vida belos momentos de fantasia e elevação.

Curte o silêncio e a paz.

Não desbarates nada do que é bom.

- Nem um simples suspiro.

Vive bons momentos.

publicado por mcm às 17:57
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!