Sexta-feira, 25 de Março de 2011

Um filme, mais...

 

Quando vi o filme Titanic confesso que não apreciei, por aí além, a história...

Gostei, no entanto, de di Caprio e de Kate Winslet... Dois jovens belos e promissores.

O tempo deu-me razão. São dois grandes actores.

Esta música que aqui deixo é, somente, para recordar esse momento em que fui ver o filme.

Lembro-me de que estava muito apaixonada, por quem estava comigo nessa noite. E esse foi o motivo para irmos ver um filme, que a ambos disse muito pouco. As nossas exigências eram de outro grau... Mas...

As paixões são assim mesmo. Fazemos as coisas mais impensáveis com uma enorme disponibilidade de alma.

Para nós foi só um filme mais; um motivo para estarmos juntos.

publicado por mcm às 18:18
link do post | comentar | favorito

Só isso...

Hoje, meu querido e mais que amado, quero divertir-me.

Lá pelo fim do dia aparece; e traz contigo tudo aquilo que eu gosto em ti.

- Tráz, principalmente, aquela vontade, que é fundamental, para que a noite resulte.

Vem, que vamos dançar - rumba e salsa. Vamos namorar enquanto nos bamboleamos, um para o outro, na pista de dança.

Depois, lá pelo meio da noite saímos. Apontamos o carro a casa - à tua casa. Subimos as escadas aos tropeções e às apalpadelas.

Entramos e nem acendemos a luz.

- Aquela claridade da noite, que passa pelas janelas com as persianas ainda levantadas, vai ser suficiente para que depois de atirarmos com as roupas para onde calhar, nos vejamos enlaçados um no outro; agarrados; colados um ao outro, e, nas calmas ou sem elas, o sexo seja sublime.

Tu sabes bem como o sexo é grandioso nessas noites de dança prévia ; de muito namoro; de muita sedução.

Vem ter comigo pelas dez; vem animado; traz os teus sapatos que eu gosto e o teu perfume que me excita.

A noite vai ser o que nós conseguirmos fazer dela.

Hoje quero divertir-me contigo. Só isso.

- Dança e sexo. Mais nada.

sinto-me: parisienne...
tags: ,
publicado por mcm às 10:41
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Março de 2011

Ponto de vista...

 

Há que acreditar em novos amanhãs... Novos cantares de maior verdade na voz.

Nunca nada é mais apoucador do Ser Humano que a mentira consentida na boca daqueles que trazem na voz, o poder conferido de nos levarem para novos rumos.

Esta música não tem nada que ver com este enunciado...

Mas é uma música interpretada por uma voz fresca, sem vícios; uma geração que dá esperança à música; ao fado; e talvez ao nosso futuro.

O caos afinal pode ser redentor - desde que termine.

Será que o nosso tem um fim?

tags:
publicado por mcm às 18:47
link do post | comentar | favorito

Endeusamento...

Cada dia que passava, gostava mais e mais, de ti.

- Gostava da tua voz, pausada;

- Gostava das tuas ideias, tão diversas das minhas;

- Gostava da forma como te vestias, formal ou informal;

- Gostava da maneira hábil como descascavas uma maçã, com faca e garfo, sem nada sair errado.

Um dia, tal como era de contar, avançámos para a cama.

Nesse dia em que fizemos, pela primeira vez, sexo, foi um momento tão atabalhoado; tão insonso; tão desacertado que algo me diz que foi por isso que, pouco a pouco, me afastei de ti...

- Até ao ponto de já não nos vermos, sequer.

Quando imagino uma nova hipótese de sexo contigo fujo para tão longe que nem eu sei aonde estou.

E por isso me interrogo:

- Conhecemos, realmente, alguém com quem idealizamos uma vida em comum, se nunca formos juntos para a cama?

A minha resposta é:

- Não sei.

Hoje em dia vejo-te como um homem comum; uma desilusão de homem.

O endeusamento terminou naquele dia em que nos estendemos juntos na minha cama. Nada foi bom.

Não que eu quisesse deitar-me com um deus... Mas as coisas podem ser muito desagradáveis. E foram.

tags: , ,
publicado por mcm às 10:44
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Março de 2011

Contra a "rasteiríce"...

 

Hoje é um dia especial:

- Uns dizem que o Governo cai... Eu, só vendo!

Como vejo muita mediocridade no meu País. quis aqui colocar um génio da música.

Quis assim homenagear aqueles que além de terem um "dom" são trabalhadores; honestos; simples; geniais.

Este música mostra uma fase de trabalho deste mais que talentoso pianista.

Eu sou fã de Glenn Gould e já o coloquei aqui, neste meu blog, penso eu, mais que uma vez.

Hoje, para todos os que por aqui passarem e por contraste com a "rasteirice" que nos massacra e se nos impõe, fica este momento de génio.

sinto-me: a ver tudo...
tags: ,
publicado por mcm às 18:11
link do post | comentar | favorito

Solidão...

Estou aqui sentada e penso em ti.

- Penso em ti com pensamentos variados.

Vejo-te bem; vejo-te mal; vejo-te longe; vejo-te de longe; vejo-te.

Caminhas; paras; olhas; viras as costas; vens, direito a mim.

E nestes pensamentos variados, que me ocorrem enquanto sentada aqui, chegas-te mais a mim; poisas os teus lábios nos meus; beijas-me com desejo, nos meus lábios oferecidos. Sonho.

Chamam-me para ir fazer o meu exame de rotina; acordo, então, para a realidade:

- Como sempre estou sozinha nos momentos mais difíceis.

Tu és demasiado ocupado para estares ao meu lado.

Sei que, à noite, me perguntarás se tudo correu bem...

- Ao que eu responderei o que realmente sentir nessa altura.

Depois veremos como te sais com o teu egoísmo.

Nestas horas sinto sempre uma enorme solidão. Uma atroz e temível sensação de abandono.

Os meus sonhos são autênticos pesadelos, nestes momentos.

sinto-me: a desabafar...
publicado por mcm às 10:39
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Março de 2011

Sem medo...

Sentes medo? Medo até de tomares posição sobre as coisas? Medos vários sondam a tua essência interior?

Quem não tem os seus precipícios secretos, para onde por vezes sonha saltar?

- Eu incluída.

Esta música que te deixo é sobre não ter medo; sobre vencer os obstáculos; sobre ter coragem e não "saltar" no abismo.

- Sobre tomar posição e não ligar ao resultado - que pode ser bom ou mau.

Eu gosto muito de RAP. E gosto de Eminem. Fiquei muito fã dele desde que vi um filme sobre a sua vida e o mundo competitivo dos rapers.

Os poemas que alimentam o RAP são muito marcantes e são formas de abordar questões tabu pelo lado abrangente da música.

Eu recomendo que, se tens preconceitos contra o RAP, te enturmes e conheças. Vale muito a pena.

tags: ,
publicado por mcm às 18:15
link do post | comentar | favorito

A importância do "talvez"...

Entre as muitas coisas que nos afastam, um do outro, existe ainda a palavra "talvez".

Para ti, homem de acção, e, como te defines, racional, só existe o "Sim" e o "não".

- Para mim existe o "talvez".

Tu achas que o Mundo é preto ou é branco. Eu vejo-o pejado de cores. Vejo nele uma paleta cromática que me arrebata com tantos cambiantes de cor. E por causa disso, se tu me perguntas se quero ter sexo contigo, eu respondo-te que, "talvez"...

- Talvez que queira; talvez que não queira, ter sexo contigo.

Medindo bem as coisas, pelo lado do sim, seria muito fixe termos sexo. Dissipava-se aquela nuvem, aonde te vejo como um ser atraente; cheio de qualidades eróticas; e atirava-me para os teus braços.

Mas se vir bem, também, pelo lado do não, rejeito ter sexo contigo, porque vejo, de igual modo, uma nuvem negra, sobre a tua cabeça, que me alerta para que sejas, muito com certeza, um homem de grandes "tempestades" emocionais; um abismo emocional.

Então, equilibro o nosso "romance",  pré-cama, com o meu "salvador" "talvez".

- Digo-te talvez, porque não te quero na minha intimidade, física; ou porque te quero demasiado comigo, nessa intimidade.

Ganho tempo;contemporizo assim.

Se fosse tão racional como tu, já estava tudo, se calhar, acabado entre os dois.

- Ou não.

Mas quem é o racional aqui?

- Eu penso que a maior racionalidade existe no meu "talvez"! Eu elaboro sobre o nosso futuro, mais ou menos longo.

Vês agora bem, como tem importância o "talvez"?

 

sinto-me: bem, mal, ou talvez...
tags: , ,
publicado por mcm às 10:57
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Março de 2011

Um pouco de boémia...

Já te imaginaste a saíres do trabalho; ires tomar um copo; conversares; descontraíres; conheceres alguém que te convide para dançar; rodopiares, ardente, nos braços de um estranho/a?...

- Eu imagino-me a fazer isso.

E isso chama-se viver bons bocados de Vida - com sal e algum picante.

E não vem mal algum ao Mundo; antes pelo contrário:

- Um pouco de boémia - não vício - é o condimento que torna diferente o nosso dia a dia comum.

Ps: Esta música é uma coisa demais! É uma música que nos impele a dançar; a seduzir; a descomplicar.

Abre o vídeo; ouve esta música, de grande tradição "tangueira"; evade-te; dança; descontrai.

Quem sabe é um momento bom, este que te sugiro?

- Quem sabe?

Um pouco de boémia - não vício - alinda o nosso monótono "nine to five"... 

sinto-me: a descomplicar...
tags:
publicado por mcm às 18:16
link do post | comentar | favorito

Foste fechar a porta...

Entrei no teu escritório, com passo firme, saia travada, e, cheia de Primavera nas ideias.

- Hoje queria ser "aquela" que te conquistou, um dia, lá mais para trás...

Tu viste-me; surpreendido; levantaste-te e deste-me um beijo e um abraço, caloroso mas formal.

Eu retribuí, sem me descompor; sem dizer ao que ia.

E sentei-me; na tua frente; cruzei as pernas; fiz de contas que estava ali por acaso.

E, quando tu, já sem aguentares mais, a calma fingida, me perguntaste com alguma curiosidade no olhar:

- "E, então, o que te traz por cá"?

Eu respondi-te assim:

- "Principalmente, nada!"

E levantei-me; sentei-me ao teu colo; beijei-te; tu beijaste-me.

Foste fechar a porta à chave e voltaste.

Fizemos ali tudo. Fizemos o que andávamos a desperdiçar, há muito, em discussões mesquinhas e joguinhos de disfarce...

- Fizemos aquele sexo que tanto nos consolou, aos dois, quando nos começámos a conhecer.

Dizem que não se deve voltar ao sítio aonde fomos felizes!

Hoje, depois desta sessão de corpos lânguidos em entrega recíproca de afectos, eu desconfio de que isso seja verdade.

- Pelo sexo começámos; pelo sexo vamos continuar.

Não sei se muito, se pouco, tempo.

Hoje as coisas são só assim. O futuro não me preocupa.

sinto-me: vestida de Primavera...
tags: , ,
publicado por mcm às 10:38
link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Março de 2011

MOMENTOS...

Tens coisas na tua cabeça que te roubam a paz de espírito? Que te deixam triste e quase em lágrimas?

- Todos temos dias assim!

Por vezes, aqueles que nos rodeiam, infernizam-nos a vida e abusam de nós; e dão -nos de bandeja esses maus momentos.

Se for o teu caso, tenta distrair-te; tenta ser um pouquinho feliz.

Pensando bem não devemos deixar que os outros nos ditem qual o grau de alegria e bem-estar que podemos ter.

Faz tu os teus momentos de paz. Sê feliz... e deixa todo o resto de lado - se puderes.

PS:

Esta música é para ti. É uma música de bom astral.

Usufrui e escuta-a. 

publicado por mcm às 18:03
link do post | comentar | favorito

Troca de olhares...

Olhei para ti; acabado de acordares; amarrotado; sentado, encolhido ao canto do sofá.

Vi em ti uma formiga; pequena; desorientada; perdida do formigueiro aonde tudo era rotina de sobrevivência.

Virei-te as costas; ignorei-te; deixei-te seguires o teu caminho para lado nenhum.

Apetecia-me "pisar-te".

Não o fiz!

- Não mato seres indefesos; nem dos outros.

O dia está bonito.

Vou ver o Dia.

Vou sair por aí trocando olhares; lavando a alma; talvez, limpando-a...

Quando voltar, mais logo, talvez que já te tenhas ido daqui.

Mas, se não o tiveres feito, ainda, não corres perigo algum.

Virei em paz e de alma limpa. 

sinto-me: a divagar...
tags:
publicado por mcm às 13:18
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!