Sexta-feira, 23 de Abril de 2010

Ser Mãe

Eu sou uma “Mãe de Abril”!

Estava muitíssimo grávida, quando o vinte e cinco de Abril aconteceu, e, o meu «filhão» tem a idade que a Revolução dos Cravos tem:

- Trinta e seis anos!... (Como o tempo já passou e como eu não me dei conta!...)

Ser mãe de um filho é receber uma bênção e ter um desafio, permanente, a cumprir e a superar.

Todos os dias nos questionamos se estamos a fazer o melhor e todos os dias nos sentimos muito abençoadas e distinguidas, por termos alguma “coisa,” «só» e realmente “nossa”:

- Que trouxemos cá dentro; que pusemos no Mundo; que alimentámos; que ajudámos a crescer e a ser uma pessoa de bem e útil aos seus semelhantes; que nos deu alegrias e preocupações; que nos acarinha ou nos responde menos bem se está “com os azeites”; que nos surpreende com um presente ou que se esquece do nosso aniversário; por quem perdemos noites; a quem demos tudo o que tínhamos e não tínhamos; de quem esperamos, somente, que nos ame e se sinta e seja muito feliz!...

Uma Mãe, a sério, plena, vive, quase, da felicidade e realização que sente e vê nos seus filhos. O resto é importante mas é ofuscado pelo insucesso do pressuposto anterior.

- Pois a mim, não me seria possível sentir-me bem, feliz e realizada, se visse o meu filho doente, infeliz, ou um inútil social. Penso o mesmo das outras Mães.

Ser Mãe é esta mistura: de amor sem limites e de expectativas altas, elevadas, pelo bem-estar do nosso, ou nossos “rebentos”...

Ser Mãe é ter um sonho na palma da mão - ao nosso alcance mas que pode cair e partir-se...

E isso vigora durante a nossa vida toda. É um estado de alma permanente:

- Sempre e todos os dias, em evolução: certo ou incerto...  

sinto-me: de mãe...
publicado por mcm às 11:19
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 22 de Abril de 2010

ASTOR PIAZZOLLA...

 

«CHIN CHIN...»

 

http://www.youtube.com/watch#!v=rot-VFiQXF4&a=CkAUx_YtgKw&playnext_from=ML

 

SE DEUS EXISTE É POR ESTAS COISAS E NESTAS COISAS.

- QUE SERIAMOS NÓS SEM A ARTE?

- QUE SERIAMOS NÓS SEM O QUE FICA PARA LÁ DO NOSSO MAIS QUE POBRE, TRISTE E PREVISÍVEL, QUOTIDIANO?

ASTOR PIAZZOLA É UM «DEUS» DO BANDONEON!

- TOCAVA ASSIM COMO AQUI SE PODE VER E OUVIR.

EU GOSTO DE RONDAR, AINDA QUE AO DE LEVE, ESTES INSTANTES DE GÉNIO QUE OS "MEUS DEUSES" CRIARAM, PARA TORNAREM OS NOSSOS DIAS MENOS INSIGNIFICANTES...

- E TENTO SABOREAR, O MAIS POSSÍVEL, TUDO O QUE POSSO E CONSIGA TIRAR, DESSES INSTANTES. TENTO PERCEBER E CAPTAR O QUE CONSIGO...

A LUZ VEM SEMPRE DONDE NASCE O SOL!

sinto-me: NO PARAÍSO...
publicado por mcm às 18:19
link do post | comentar | favorito

Medo

Todos os dias sinto medo!

Desde criança que tenho medo da água. Desde a infância que sinto medo de ficar só. Desde que sou mais crescida sinto medo pelo meu futuro.

Há uma coisa, no entanto, de que não sinto medo:

- Não sinto medo da morte. Sei que virá, quando vier, e que não lhe poderei resistir. Será como um sedutor fatal, que me assedia, e a quem eu me entregarei - fatalmente. Sem fugas!

- Deito-me nos seus braços, recebo os seus beijos enganadores e parto com ela, para o deserto, para o céu, ou para o nada...

Portanto, da morte, não sinto medo. Não vale a pena. Da morte sinto só e apenas alguma apreensão e alguma desconfiança.

Mas sinto medo de muitas coisas, hoje em dia, todos os dias.

- Sinto medo da dor; da falta de dinheiro; da incompreensão; da ingratidão; da maldade; da violência; do abuso; da falta de carinho; da incapacidade de acreditar; do desespero; da perda dos que amo; da perda do desejo; das rugas que virão; dos ossos frágeis; da perda do caminhar; da perda da sanidade mental; da perda do meu «Eu».

Hoje acordei com um medo, mais, e que é este:

- A Terra está furiosa connosco. Está chispando raiva e lágrimas!

Todos os dias nos avisa; nos envia mais sinais, do seu descontentamento, e nós, os terráqueos arrogantes, continuamos a não lhe ligar. Continuamos a desafiar o seu poder, a sua soberania, sem a respeitar.

Qual será o seu veredicto final?

sinto-me: lúcida
publicado por mcm às 10:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 21 de Abril de 2010

AS MINHAS CANÇÕES (4)

 «LA FOULE...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=gHGN9uoFtZ8

 

A LOUCURA - SAUDÁVEL - É UMA COISA QUE ME FASCINA.

QUANDO TUDO ME PARECE MUITO SOTURNO, MUITO DESINTERESSANTE, EU, PARA  ME ESCAPAR DESSA TEIA - QUE ME PRENDE  E APRISIONA NESSE DESENCANTO - COSTUMO FAZER QUALQUER COISA SEM SENTIDO, PARA OS OUTROS, MAS QUE ME FAÇA EVADIR DA ROTA DOS DERROTADOS DO "LABORO" DA ARANHA.

- É NESSES MOMENTOS QUE FAÇO ALGUMAS LOUCURAS!

POR EXEMPLO, SE VOU A CONDUZIR, ACELERO AO MÁXIMO, DURANTE DEZ MINUTOS; ARMO-ME EM «ÁS» DO VOLANTE E FAÇO UMA CONDUÇÃO DESPORTIVA, USANDO SÓ A CAIXA... OS HOMENS ATÉ COSTUMAM FICAR ESPANTADOS E AMEDRONTADOS E AGARRAM-SE AO BANCO...

DEPOIS ABRANDO E  FICO MAIS CALMA E MENOS FELIZ.

- VOLTO À  MINHA DEPRIMENTE NORMALIDADE.

 

Ps: Foto "captada" do iGoogle

sinto-me: na teia...
publicado por mcm às 18:22
link do post | comentar | favorito

Um assunto pessoal e uma divagação...

...

Ontem passaste por mim! Beijaste-me e insististe em despertar-me, a vontade de estar contigo, a sós.

Enfiaste-me o braço e fomo-nos - para um sítio mais propício ao namoro.

Tomámos um café, puseste-me a tua mão, em cima da minha; e eu consenti e gostei.

Após essa mão consentida, na minha, e passado um pouco, já a tua outra procurava o meu joelho, por baixo da mesa - quase parecendo um toque por acaso... que eu também consenti e gostei e retribuí...parecendo também um outro acaso...

- Passei-te depois a minha outra mão pela tua face e parei perto dos teus lábios - um instante só para os dois perceptível -  e vi nos teus olhos o desejo.

Eram sete da tarde e tínhamos tempo.

E, usámos todo esse tempo, longo, para nos desejarmos ainda mais... Era um assunto pessoal que queriamos resolver...

- Consumirmos o nosso desejo.

Agora eram já duas da manhã e estávamos na cama: deitados, parados, imóveis e enlaçados, um no outro... e apetecia-me dormir e a ti também...

- Levantei-me dei-te mais um beijo, suave, e desci...

Meti-me no carro e atravessei a cidade, quase deserta. E, já na minha cama, deitada, fiz esta divagação:

- Daqui a pouco é dia! Terei que me penitenciar por tanto prazer, caído do meu céu!... Para poder enfrentar, de novo, o mundo desinteressante e desmotivador que me espera lá fora, sem remorsos e pena dos outros.

Hoje só farei coisas que me "castiguem" e me tornem mais livre de desejos carnais.

Não irei trabalhar; não irei para lado nenhum onde haja homens, que me provoquem e arrastem ao "pecado"...

E talvez reze para que a noite de hoje se repita mais noites. Noites, noites e noites, a eito e sem fim...

 ...

sinto-me: uma santa!
publicado por mcm às 10:57
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 20 de Abril de 2010

MICHAEL BUBLÉ...

 

«AINDA NÃO TE TINHA ENCONTRADO...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=1AJmKkU5POA&NR=1

 

HOJE, LI ALGURES QUE MICHAEL BUBLÉ VEM DAR UM CONCERTO, A PORTUGAL, EM NOVEMBRO!

- E QUE OS BILHETES ESTÃO, PRATICAMENTE, ESGOTADOS.

EU NÃO TENCIONO IR VÊ-LO! MAS GOSTO DA SUA VOZ E DO SEU LOOK: SITUADO, MAIS OU MENOS, ENTRE O MAIS BEM COMPORTADO DA TURMA, E O MENINO SAFADO, DO PIQUENIQUE À BEIRA RIO, NAS FÉRIAS DO VERÃO, COM A FILHA DA PROFESSORA...

AQUI FICA ESTE SEU ÊXITO, PARA OS MEUS VISITANTES E QUE A NOITE SEJA DE BOAS NOTICIAS E DE UM MELHOR SONO.

ÁMANHÃ É OUTRO DIA.

sinto-me: no piquenique...
publicado por mcm às 18:13
link do post | comentar | favorito

Uma conversa e um castigo...

...

Não sejas arrogante!

Sempre que te digo que não concordo com alguma coisa, que para ti é ponto assente, reages mal, enervas-te e enervas-me, e dizes-me que não tenho capacidade para te perceber. Para te acompanhar nesse teu tão alto raciocínio!

- Menorizas-me! Deixas-me numa situação frágil! A sentir-me uma imbecil.

 Em vez de tentares entender-me, e ouvir-me explicar-te as minhas razões, gritas as tuas e bloqueias o contacto entre ambos.

- Tu papagueias as tuas elaboradas teias de tão elevado conhecimento e eu, sentada no sofá, a fingir que te dou a atenção que tu requeres para ti, entediada e mortinha pelo fim desse monólogo.

E, assim se passam as coisas connosco:

- Tu  julgando-te empanturrado de saber! Iluminado!

Eu de bolinha baixa e sem te fazer qualquer frente, como quero e devia...

Mas, cá para mim - dentro de mim - chamo-te arrogante, ignorante e mais coisas...que mereces.

Deixo-te a falares sozinho e desligo-me da tua voz... sempre  no“on”.

A arrogância não te fica nada bem...como devias saber.

Hoje, sem que saibas, ponho-te pimenta na língua...para veres se te emendas.

...

sinto-me: humilde...
publicado por mcm às 10:57
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 19 de Abril de 2010

TONY BENNETT...

 

«I LEFT MY HEART IN S. FRANCISCO...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=ryF9p-nqsWw

 

VEJA-SE SÓ COMO ESTE SENHOR CANTAVA BEM!...

COMO A SUA VOZ NOS ENVOLVE E NOS LEVA POR ESSES CÉUS AFORA:

- COM E SEM NUVENS VULCÂNICAS E SEM MEDOS DE VOARMOS SJA LÁ PARA ONDE FOR...

HOJE, ENQUANTO ME DESLOCAVA, ENTRE TRAJECTOS, PELA CIDADE, TONY BENNETT CANTOU NA RÁDIO DO MEU CARRO E EU PENSEI EM SELECCIONAR UMA CANÇÃO DELE, PARA HOJE DEIXAR AQUI - PARA OS VISITANTES DESTE MEU BLOG - E É ESTA A QUE FICA!

- POR FAVOR SABOREIEM COM DELICIADO E REDOBRADO PRAZER.

EU SEI QUE NÃO CONSEGUIRIA VIVER SEM MÚSICA!

- E VÓS?

 

PS: FOTO OFERTADA POR UMA AMIGA - LEITORA DOS MEUS BLOGUES - E QUE RETRATA O CATAVENTO DE MOZELOS...E ONDE SE VÊ UM AZUL DE CÉU TÃO FANTÁSTICO QUE É QUASE ENTONTECEDOR.

sinto-me: happy
publicado por mcm às 17:55
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Diário de Rita.. feia, velha e mal amada...

...  

Neste momento, Rita desabafa com o seu Diário, o seguinte:

- Hoje sinto-me horrível! Olho o espelho à minha frente, e ele, implacável, diz-me que os anos passaram. E que há um momento em que isso se começa a notar!...

- Tanto, tanto, que, no limite, deixaremos de gostar de nós!

Que um dia nos rejeitaremos a nós mesmos...

Rita olha-se ao espelho, mais uma vez, e vê uma mulher que muitos acharão bela; outros nem tanto...; e da maioria não sabe o que pensam, embora isso lhe interesse.

Mas Rita, agora, neste momento, não gosta de si.

- Sente-se feia, velha, inútil e mal amada.

E pensa, com mágoa, nesta trilogia do desencanto e desvia a vista e vai trabalhar; porque o trabalho absorve-nos a cabeça e não nos deixa concentrar, em nós, como se fossemos o centro do mundo.

- E isso é bom!

Rita viu-se, hoje, ao espelho e sentiu-se feia e velha!

Amanhã, conforme o seu humor estiver, se calhar, acha-se uma mulher maravilhosa, poderosa e fantástica...

E, tudo isso, toda essa inconstância, faz parte de si.

- Da sua constante necessidade de pensar, pensar, pensar...

Lembra-se, até, de que alguém muito próximo lhe costuma dizer, com ar meio afectuoso:

- “O seu mal é pensar de mais! Dar demasiada importância às coisas!”

Rita devolve-lhe então:

- “Ou o meu bem?!... Quem seria eu sem pensar tanto?... ”  

...

sinto-me: feia e...
publicado por mcm às 10:58
link do post | comentar | favorito
Domingo, 18 de Abril de 2010

AS MINHAS CANÇÕES (3)

 

ZECA AFONSO É UM DOS MEUS CANTORES PREFERIDOS. CRESCI A OUVI-LO E FARÁ, PARA SEMPRE, PARTE DAS MINHAS ESCOLHAS MUSICAIS. DAS MINHAS PREFERÊNCIAS NESSA ÁREA DAS ARTES...

- COMO SE AINDA ESTIVESSE POR CÁ!

ZECA ERA UM VISIONÁRIO E UM HOMEM DE GRANDE ENTREGA AO SEU SEMELHANTE.

HOJE LEMBREI-ME DELE.

sinto-me: de mãe...
publicado por mcm às 17:46
link do post | comentar | favorito

HOJE...

...

Estou a olhar através da minha janela; sem me mexer nem quase respirar.

Um melro, negro, de bico amarelo e bastante gordo, toma o seu pequeno-almoço: tranquilamente, como se o Mundo seja só dele.

Agora chegou a «melra»: ainda mais gorda, mais amaneirada, e disputa-lhe a ração matinal... que ele saboreava sozinho.

Não brigam, não se insultam, não se molestam.

- Partilham do que há, entre ambos!

Eu contemplo-os - imóvel!

E agora, ao fim do repasto... levantam voo, juntos, e ao mesmo tempo e vão-se dali; para longe da minha vista...

- Parecem-me felizes!

Então mexo-me e penso:

- A liberdade fascina-me - absolutamente! Vou tomar banho e sair para dar uma volta... e correr à beira-mar.

O mar fascina-me - também!

Porque será?

- E se uma onda, alterosa e atrevida, me molhar por inteiro?!...

Tirarei a minha roupa? Serei eu liberta qb para o fazer?

...

sinto-me: liberta qb...
publicado por mcm às 12:06
link do post | comentar | favorito
Sábado, 17 de Abril de 2010

A CLOZINHA JÁ ERA?...

...CHEGOU A BADAMECA?!...

 

ONTEM, AO LER NO CORREIO DA MANHÃ, UM ARTIGO DE OPINIÃO, DE EMIDIO RANGEL - PESSOA QUE NÃO APRECIO NADA, DE NADA - ELE DEU-ME O "TOQUE" QUANDO DISSE O QUE DISSE;

- E QUE AQUI FICA PARA QUEM NÃO LEU; SE O QUISER LER; QUANDO LHE APETECER; E SE TIVER PACIÊNCIA... (EU TIVE!)

EU LI E SINTO QUE ME CHAMOU O QUE CHAMOU - A MIM E A TODOS OS QUE NÃO SÃO TÃO VIP`S COMO ELE. (SALVO SEJA)

A PARTIR DE HOJE RESUMO-ME À MINHA CONDIÇÃO DE "BADAMECA"!

- SER INSIGNIFICANTE E SEM INTERESSE NENHUM. SER DESPREZÍVEL! (VÁ-SE LÁ SABER PORQUÊ!...)

DAQUI AGRADEÇO AO GRANDE PENSADOR E. RANGEL ESTA CLASSIFICAÇÃO TÃO PRÓPRIA E TÃO "LÁ AQUELAS COISAS" QUE ELE SABERÁ A QUEM AS ATIRA E O QUE QUEREM DIZER.

 

OS MIMOS DE E. RANGEL AQUI MESMO

http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?channelID=00000093-0000-0000-0000-000000000093&contentID=596204E1-7297-499F-88C2-5604FE4C3D7A

 

PS:

POR FAVOR "MUDEM" AQUELE MEU NOME ELITISTA E DESADEQUADO, QUE EU, PRETENSIOSAMENTE, ANDEI A USAR. CONTENTEM-SE COM «A BADAMECA».

- POR UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA  E SENTIDO DE DECORO; QUE É O QUE ME FICA BEM!

 

Nota pessoal ... Claro que tudo isto era uma paródia que se destinava a demonstrar como há certas pessoas que nos aborrecem, sem que lhes demos motivos para isso; mas elas insistem e conseguem!

sinto-me: badameca...
publicado por mcm às 23:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!