Quinta-feira, 4 de Março de 2010

«O diário de Rita»... conversando, a sós, com a minha Alma...

...

Rita vai sozinha, no seu carro, vai conduzindo e vai conversando, com a sua própria Alma e diz-lhe assim:

- “Please, release-me! Let me go”... Dá-me Paz e deixa-me livre! Não me ocupes, a tempo inteiro, com as tuas exigências e solicitações... Não me roubes a tranquilidade e deixa-me espaço, para ser eu!...

Rita conversa, amiúde, consigo mesma. Rita conversa com a sua Alma - conversa com a sua essência interior - com aquele “passarinho” que vive dentro de si e é o seu alerta, o seu protector e o seu demónio! A sua Alma é a sua maior e mais fiél, companhia!

- Rita fica sem jeito quando ela, a sua Alma, lhe desaparece e a deixa, sem rumo, sem quem lhe diga como, quando e porquê, pensar e fazer opções: boas ou más.

Rita conversa com a sua Alma e pergunta-lhe assim:

- Tu, que te achas tão importante e que sabes sempre tudo e me dás ordens, de manhã à noite, diz-me lá, agora e com alguma propriedade, se ao menos hoje poderei ter um minuto de felicidade?!... Felicidade daquela que tu sabes que me faz feliz! Daquela felicidade simples; que passa por ter tempo para ir ao cinema, logo à noite, e jantar, depois, um bom bife no Café S. Bento e voltar para casa e dormir: tranquila até voltar a ser manhã?!...

- Vá, responde-me oh! Alma minha?!...

Ah! Achas difícil que eu consiga ir ao cinema? Então e o jantar? Ao menos o jantar, posso?

- Não? E nem dormir, bem, poderei? Estarei demasiado preocupada para isso?...

- Então diz-me oh! Alma minha, para que trabalho e vivo e sobrevivo?

- Não respondes? Não queres nem te importas?

Adeus e por hoje não te maço mais... aliás, contigo, Alma minha, é sempre assim:

- Eu peço e tu negas-me, praticamente, quase tudo, o que é bom! Bye...

Ps: Rita chegou ao seu local de destino e verá como se irá aguentar, no seu dia, sem a sua “Alma”a segredar-lhe coisas! Mais um...

...

sinto-me: na praia...
publicado por mcm às 10:54
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 3 de Março de 2010

LEONARD COHEN...(3)

 

«ALELLUIA...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=WJTiXoMCppw

 

QUANDO ESTOU MUITO CANSADA GOSTO DE OUVIR VOZES QUE ME ACALMEM E QUE, AO MESMO TEMPO,  ME EXALTEM; ME FAÇAM VOAR E ESQUECER O MOMENTO DE CANSAÇO OU DE INSATISFAÇÃO QUE VIVO NESSE INSTANTE MENOS FELIZ.

ESTA CANÇÃO TEM ESSAS CARACTERÍSTICAS... E, DEPOIS, LEONARD COHEN É UM MUST.

- ALELUIA!

 

Foto «captada» no igoogle

 

sinto-me: como sinto!
tags:
publicado por mcm às 18:37
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»...conversa "sem rede"? Yá!...

...

Rita caminhava, pelo fim do dia, em direcção ao Museu Berardo, aonde ia assistir a uma “vernissage”...

- «Sem rede» -  a nova exposição de Joana Vasconcelos

Rita caminhava apressada, absorta nos seus imensos pensamentos e dispersa pelas suas inúmeras preocupações, quando, um estranho,  um homem, bem apresentado, bem-falante, e, bem atrevido, a aborda, de chofre, e lhe diz:

- Você é a mulher da minha vida; agora que a encontrei, não me vai mandar embora?!...Quer jantar comigo?

Rita que estava, como já disse, absorta, em pensamentos “altamente”, respondeu-lhe tipo autómato:

- Yá!

O homem, atrevido, com ar de marialva e bem-falante, e com aspecto de uns quarenta, cinquenta anos de idade, ficou tão estupefacto que retorquiu, de imediato e aflito:

- Eu bem queria mas tenho mulher e filhos, à minha espera!

Riram-se ambos e acabaram logo ali, com a conversa, como era previsivel  de assim ser e acontecer.

Rita, que viveu alguns anos em South África, ainda diz “yá,” quando responde, a qualquer coisa, que pode ser sim, não ou talvez! Qualquer coisa que lhe não interessa; a que não está a dar atenção... em que “yá” quer dizer nada...

- “Yá” é um tique de linguagem que usa, quando não tem nada para dizer! Que trouxe consigo da África do Sul...país onde o «yá» e o «ok» entram em tudo, o que é conversa "mole"...

Rita seguiu para o seu evento - que recomenda a todos vós - e o homem que a abordou, com sentido atrevido e para a provocar, seguiu, também ele, para a sua “mulher e filhos”.

Rita ainda pensou, enquanto, já lá dentro, e durante a “vernissage”, mais isto:

- Aquela é que foi uma verdadeira conversa «Sem rede»!... e contou o episódio, hilariante, aos presentes, ali, seus conhecidos e amigos.

Rita adorou a exposição, que vai por lá ficar até Maio... e a noite terminou bem, pois aquela exposição é belíssima e enche-nos de alegria e vontade de evasão...

...

sinto-me: sem rede...
publicado por mcm às 10:36
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Março de 2010

JACQUES BREL...

 

«LA CHANSON DES VIEUX AIMANTS...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=H1DpjXQUDsI

 

BREL É TUDO E JÁ NÃO É NADA!

- È TUDO PORQUE A SUA VOZ PERMANECE, ACOMPANHANDO-NOS ...

- É NADA PORQUE DESAPARECEU DO NOSSO CONVÍVIO...

EU GOSTO DA SUA VOZ E DOS POEMAS QUE ELE CANTA, ASSIM, COM TODA A PUJANÇA QUE AQUI SE OUVE NESTA CANÇÃO BELÍSSIMA, E QUE FOI DAS ÚLTIMAS QUE CANTOU.

BREL É  PARA SEMPRE!

- BREL É UM CANTOR QUE DIZ MUITO AOS" VELHOS" AMANTES.

 

Ps: Foto «captada» no igoogle

sinto-me: na lua
tags: ,
publicado por mcm às 18:09
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»... I`m brocke, para ti nem água! Morri...

...

- ok! Não quero! Não insistas comigo, nem mais uma vez! Não venhas cá e não me toques à campainha. Não abrirei! Eu não desejo que apareças e nem me digas nada. Fica no teu canto que eu ficarei, quieta, no meu.

Já te disse, ontem, que aqui, em minha casa, acabaram-se, por alguns tempos, os convívios! Estou em “black out”! De férias!... Para ti estou fechada, para balanço! Safei-me com êxito desta bronca, saltando para fora do abismo! Da nave da loucura!

- A partir de ontem o meu fogão não funciona, o frigorífico avariou-se e os supermercados não me fiam! «I`m broke»... (sinceramente)! Estou mesmo falida: de afectos e com falta de vontade de te receber e de te ouvir.

- Estou falida de amores!

Desapaixonei-me de ti e agora quero distância, muita calma e papinhas de Nestum, com mel, ao deitar! Nada de “pilotar” fogões! Nada de toalinhas de linho e copos de vinho e de aperitivo e de água, na mesa, posta para os dois! Não se suja, não se lava! Nem a alma, nem os pertences.

Não há mais jantares, românticos, nem mais tardes de fim-de-semana que terminam em lanches, ajantarados; com café e whisky e sabe -se lá que mais, pelas noites afora...

Morri para te servir e te apaparicar! Morri para cozinhados, aperitivos e lavagens de pratos. Enterre-se o morto - que é o mesmo que dizer-te - acabou-se a tua oportunidade para inventares desculpas e fugas, sempre estafadas, tipo assim:

- “Rita, cheguei tarde porque estive com um cliente e não te pude ajudar!... Sinto-me desolado!... E saio cedo porque tenho uma reunião e não te vou poder ajudar, de novo... nem no fim deste jantar!" E (sempre assim)! - Ou então, “as minhas (tuas) alergias aos detergentes” e as outras tretas, que tu sabes inventar, sem piada nenhuma e mais que detectáveis!...para te baldares ao essencial.

Não és capaz, de colaborar nas tarefas e de nem, sequer, seres gentil comigo? Então, assim e por isso, eu morri!

- Para ti, nesta casa, só existe pão, sem nada, e, duro; mas só se estiveres a morrer à fome! E nem água, sequer, na torneira, há! Mandei-a fechar no SMAS... Para ti, nesta casa, só há uma porta fechada, com uma fechadura de quatro entradas e uma corrente - não vá a fechadura revelar-se ser, coisa pouca, para te barrar o acesso!...

Sabes que eu sou boa e condescendente, mas, também, sabes que, quando esgotei, a capacidade de tolerância, não há mais nada no mundo, que eu possa fazer para mudar, o final dos acontecimentos! Porque não quero!

- Considera que morri!... Para ti, finei-me!

 

Ps: Rita continua na sua, má, fase amorosa...

...

sinto-me: brocke...
publicado por mcm às 11:07
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Março de 2010

AMÁLIA...

 

«TROVA DO VENTO QUE PASSA...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=N-L0hI7zMtw

 

AMÁLIA CANTAVA COMO SABEMOS E INTERPRETAVA COMO SÓ ELA  O SABIA SENTIR!

MANUEL ALEGRE, POETA INSPIRADO, TEVE NESTE POEMA UM MOMENTO DE LUZ .

HOJE ENQUANTO CONDUZIA OUVI ESTA OBRA PRIMA QUE AQUI FICA PARA QUEM POR CÁ PASSAR NESTE FIM DE DIA.

 

... " O VENTO CALA A DESGRAÇA,

 O VENTO NADA ME DIZ"...

 

Foto "captada" na galeria igoogle 

sinto-me: enlouquecida
publicado por mcm às 17:58
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»... estou out, enchi de homens...

...

- Sem dúvida que tenho, a teu respeito, reservas! Tenho-as porque me dás bons, (maus) motivos para que assim seja.

Ontem, mesmo, foste extremamente desagradável, quando, após jantarmos, em minha casa, a “teu” convite, te levantaste, disseste que tinhas, ainda, imenso que fazer e te foste embora!...

- Assim, sem mais nem menos, nem um obrigada!... E eu fiquei ali, especada, indignada e com cara de tacho. Sim, fiquei, durante uma meia hora, a tentar digerir a raiva de me sentir, quase, abusada na minha casa e no meu íntimo. Vens, comes e vais-te?!...Qual a explicação para a tua atitude tão incompreensível, a meus olhos?

- Falta de educação? Desagrado? Interesses que te requisitavam, urgente, em outro lugar? Abuso? E eu? Qual o meu papel? Sou tua criada? Fiz jantar - (sem quase o comer, pois que eu não janto, quase, nunca) - para te agradar e tu, à maneira de um hóspede, jantas e ala que se faz tarde... e vais-te, rápido! E eu que fique, que arrume, que lave e que me aguente à bronca e me sinta um réptil!

Sabes, cá por dentro estou a odiar-te?!... e durante muito tempo, em minha casa, não entrarás e muito menos para jantar, almoçar, ou,... seja:

- Acabaram-se as paparocas, as beijocas e as gentilezas. Para ti, de mim, não haverá mais nada que te facilite a vida. Sim, que oferecer-te jantar, ao domingo é facilitar-te, muito, a vida. Vai ao restaurante, cozinha tu, ou deita-te a dormir! Para ti, a partir de agora, estou out!

Depois ainda te espantas que eu me sinta melhor sem ti que contigo!

Vai para o inferno e fica por lá; a esturricares-te enquanto durares.

 - Fica em churrasco bem passado! Eu enchi de homens!...De homens como tu: estúpidos e grosseiros e abusadores. Arde, estoira e desintegra-te. Haja maneiras! Uma Mulher, de verdade, não pode aturar coisas destas. É demasiado humilhante.

 

Ps: Rita dormiu mal e começa, muitíssimo mal, a sua semana.

...

sinto-me: nas calmas...
publicado por mcm às 10:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!