Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

Questões de «Direitos Humanos»

Hoje, com pompa e circunstância, a Assembleia da Republica votou, o direito ao casamento homossexual; e pronto, já está: podem casar-se os homossexuais.

Dizem, os que queriam, a toda a força, que esta Lei fosse votada, que era uma questão de «direitos humanos».

Ok! Ficamos assim.

Mas eu pergunto o seguinte:

- Num dia em que se registam temperaturas muito baixas, no nosso país, o Metro de Lisboa, disponibiliza algumas, das suas estações para, durante a noite, servirem de abrigo, aos sem abrigo! A atitude é louvável! Mas não é uma enorme vergonha, para todos nós, cidadãos deste Mundo, termos milhões de pessoas que, de seu, só têm as ruas para caminhar, e não é a todas as horas?

E todos dormimos bem, o ano inteiro, e não nos apoquentamos, com esse lado dos «direitos humanos»; que é ter o direito a ter uma vida com dignidade e condições para a viver!...

E já agora uma última provocação:

- Imaginem que eram, só, mesmo só as mulheres, a sentirem tendências homossexuais?!...

Seria, votado na mesma,  o seu direito ao casamento civil homossexual, por homens e mulheres, invocando questões de direitos humanos e de solidariedade?

Ou seria visto como uma aberração feminina? Uma disfunção? Uma menoridade? Um tresmalhar das ideias? Uma doença mental?...

Ps: Por acaso recordo, neste contexto, Safo de Lesbos e mais todas as afrontas de que foi vitima...

 

 Ler aqui, pf;

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10526575.html

sinto-me: lúcida
publicado por mcm às 21:56
link do post | comentar | favorito

O REI FAZIA HOJE ANOS...

ELVIS PRESLEY FOI UMA SUPERSTAR NUMA ÉPOCA EM QUE QUASE NÃO HAVIA DIVULGAÇÃO :

- ERA A TELEVISÃO, OS DISCOS E OS ESPECTÁCULOS...E POUCO MAIS.

ELVIS NUNCA DEU NENHUM CONCERTO, FORA DOS ESTADOS UNIDOS, E, AINDA ASSIM, CHEGOU A TODO O LADO!

É UMA ESTRELA PLANETÁRIA E QUE CONTINUA A VENDER COMO SE ESTIVESSE VIVO.

ELVIS PRESLEY FOI UMA FIGURA INCONTORNÁVEL,COM UM PERCURSO DE VIDA, PESSOAL, TRÁGICO E ALGO SECRETO.

SE TIVESSE FICADO POR CÁ, FARIA HOJE SETENTA E CINCO ANOS...

A SUA MORTE PREMATURA AJUDOU A ETERNIZAR A SUA VOZ E A MANTÊ-LO, PARA SEMPRE, ENTRE O MUNDO DOS VIVOS E QUE GOSTAM DE ROCK. EMBORA ELE CANTASSE E BEM, BALADAS E CANÇÃO ROMÃNTICA.

- É LEMBRADO, TODOS OS DIAS, POR MILHÕES DE FÃS.

 

OUVIR AQUI, POR FAVOR...

 

http://www.youtube.com/watch?v=VI94AsuvUUA

 

sinto-me: mt bem
publicado por mcm às 19:32
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»... casamento gay? Sou contra! Respeitem o meu direito.

...

Rita está triste e está alegre!

Rita está bem e está mal!

Rita chora, mas apetece-lhe rir-se!

Rita arranjou-se, mas continua toda em desalinho: dentro da cabeça!

Rita gosta das cores alegres, mas usa o preto e o branco: hoje!

Rita viu um arco-íris, mas era noite; e não era arco, nem era íris!

Rita não acerta com o verbo, mas afirma o seguinte:

- Hoje é um dia justo e infame!

Porquê? - perguntam vocês meus leitores curiosos.

E Rita responde, mas não diz porquê.

Mas lá que gostava de dizer gostava...

Mas uma promessa, aqui, deixa feita.

- Logo que seja convidada para um casamento Gay, Rita irá e chora; e faz reportagem - fotográfica, e partilha convosco; a sua choradeira...

- Dizem que chuva e choradeira dão sorte aos noivos! E ás noivas.

Pensando melhor, talvez Rita não chore... ou nem sequer vá... ou nunca ninguém a convide para um casamento Gay!

Rita acha que também não quer ir!

Rita termina assim:

- Não sabe se será bom, se será mau! Não conhece o futuro.

Antes, como evidentemente se verá, talvez sim, talvez não!...

Hoje é o dia mais justo e mais infame?

Veremos.

- Justo porque justo? Infame porque infame.

Rita já viu o que viu. Mas ainda não viu nada; e não diz do que viu.

Ps:

 Ler aqui, pf;

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1464327

sinto-me: confusa...
publicado por mcm às 11:01
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010

AMÁLIA...

«MEDO...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=c6SW5wa9RIg

 

DO ÁLBUM «SEGREDO» ESTE MARAVILHOSO POEMA NA VOZ DE AMÁLIA:  A DIVINA!

...

..."O MEDO MORA COMIGO, MAS SÓ O MEDO, MAS SÓ O MEDO...

...

... GRITAR QUEM PODE SALVAR-ME, DO QUE ESTÁ DENTRO DE MIM

GOSTAVA ATÉ DE MATAR-ME

MAS EU SEI QUE ELE HÁ-DE

ESPERAR-ME

AO PÉ DA PONTE DO FIM"

sinto-me: de passagem...
publicado por mcm às 18:24
link do post | comentar | favorito

E se eu for bissexual?....

No blog «Corta fitas» cujo endereço tenho na barra lateral deste  meu blog, um dos escritores de «implosões» postou um texto com o seguinte titulo:

“ Divórcio Gay?”

Bem aquilo tem dado um enorme debate e até eu me pronunciei...

Mas aqui, eu quero, deixar dito ainda mais o seguinte:

E se eu for bissexual? Se só me realizar fazendo sexo ora com um homem, ora com uma mulher; terei eu o direito a não ser discriminada sexualmente - como diz na Constituição - pelas minhas opções sexuais?

 - Poderei vir a casar com duas pessoas de sexos diferentes e vivermos a nossa felicidade? Ou serei uma«excluída» sexual?

 

Ps: Abaixo vos deixo o meu comentário, no dito blog, e a resposta que recebi...

Mas vale mesmo é ir até lá e ler «aquilo» tudo.

 

De mcm a 5 de Janeiro de 2010 às 22:30

Eu não sou contra nem a favor da homossexualidade:
É um assunto do fórum íntimo das pessoas envolvidas.
Mas, já me passo da cabeça, quando me vêm com essa, das minorias e dos casamentos.
Uma coisa é escolher ter uma opção sexual: é um direito, de qualquer.
Outra coisa é quererem que lhes chamemos casamento.
Eu sou contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo.
E não  vou considerar-me menos importante e modernaça por ser contra. E também já me aborrece que venham com essas ideias de que quem é contra é de direita.
Eu não sou de nenhum partido e nem sou crente.
E agora chamem-me nomes e outras coisas que já  eu estou farta de ouvir...


responder a comentário | discussão


De Réspublica a 5 de Janeiro de 2010 às 23:47

Cara senhora, tiro-lho o chapéu, um post extremamente acertado.

 

sinto-me: louca q.b.
publicado por mcm às 13:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

«O diário de Rita»... saldando contas...

...

Estávamos em Madrid e era, tinha eu pensado para mim, secretamente, a «nossa» última passagem de ano, juntos!

Chegámos de tarde, dirigimo-nos para à «Hostal» do costume, e, após as bagagens desfeitas e instalados, demos uma volta para vermos de um programa adequado, para a noite de entrada, no NOVO ANO...

Era nosso costume, irmos para Madrid, nesses dias: enquanto fomos felizes e, depois, mesmo quando já não o éramos.

E eu gosto de flamengo e tu também querias ir divertir-te mas, quando começaste a pensar no custo, que nem era exagerado, das entradas, e a não te disponibilizares para assumires os dois ingressos eu pensei:

- Ora aqui está um bom motivo para não ir a lado nenhum! Não me irei já, divertir, ao pé deste homem, nesta noite de fim de ano, em Madrid!...Acabou!

E assim eu te disse que não queria pagar tanto, por um ingresso; e assim tu achaste natural; e assim fomos ver dar as doze badaladas na Plazza Maior, como toda a gente comum; e,... logo após, fomos para o quarto da «Hostal»: aonde tu lias jornais e eu fingia dormir e pensava o seguinte:

- “Tirem-me deste filme”!...

Pela manhã, cedo, levantei-me e caminhei na Gran Via, sozinha, com os noctívagos, que viveram a noite inteira, enquanto tu dormias...

Quando regressei, levei-te um sumo de laranja para tomares quando acordasses. (nunca deixei de ser gentil e educada contigo, como sabes)

Voltámos, dois dias após, para Lisboa, e a separação final, deu-se em Fevereiro...

Mas podia ter sido no dia um de Janeiro, desse ano: podia ter sido no dia trinta e um, do ano anterior... Nós já estávamos “separados”. A nossa intimidade e partilha de alegria, entre ambos, findara há tempos.

- Deste cabo de tudo entre nós.

E eu amava-te de verdade. Hoje és-me completamente indiferente.

Rita

 

Ps:  

Madrid continua a ser uma enorme motivação: onde regresso sempre que posso e onde faço questão de ser feliz.

....

sinto-me: livre...
publicado por mcm às 11:20
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010

ALBERTO IGLÉSIAS E VICENTE AMIGO...

 

«TEMA DE "HABLE CON ELLA"...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=2KQlAifGB00

 

 PELA MANHÃ, OUVI UMA BOA NOTÍCIA.

- ESTREIA  HOJE, NO PERÚ, A ÚLTIMA COREOGRAFIA DE PINA BAUSCH.

ELA TINHA ESTE BAILADO PREPARADO, E, ENTRETANTO PARTIU: MORREU.

EU SOU FÃ DE BAILADO, DE PINA BAUSCH E DE TODOS OS GRANDES CRIADORES DE «ESCULTURAS DE CARNE» EM PALCO...

- QUE É ASSIM QUE EU GOSTO DE VER OS CORPOS QUANDO BAILAM, BEM. ESCULTURAS VIVAS!

PINA BAUSCH TEVE UMA PARTICIPAÇÃO NESTE FILME DE ALMODÓVAR, E, O CD QUE POSSUO, COM A BANDA SONORA,  É UM DOS QUE MAIS VEZES OUÇO, SE ESTOU EM CASA.

QUERIA COLOCAR AQUI O CD TODO , MAS NA IMPOSSIBILIDADE, FICA ESTE PEQUENO TRIBUTO:

- A PINA B., A ALMODÔVAR, A ALBERTO IGLÉSIAS. 

 

PS: É PELA ARTE QUE NOS SALVAMOS.

sinto-me: EXAUSTA E EXAUSTA...
tags: ,
publicado por mcm às 19:40
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»... inside of me...

...

Hoje Rita gostava de falar em coisas felizes! Daquelas coisas que, embora quase não se notem, nos dão alguma paz, conforto e carinho, ao coração!

O nosso coração anda, quase sempre, perdido e em chaga viva! Sangra! Na maior parte das vezes anda órfão, também! Sente-se abandonado; ou pior ainda: negligenciado. Aqueles de quem queremos afecto e amor, na maior parte do tempo, nem se lembram de que existimos. E o nosso coração sofre com isso! Sofre, sangra e aguenta!

Somos, por norma, mal amados, ou amados como não o desejámos: por ninguém de jeito ou, por quem não queremos, que o faça. O amor de algumas pessoas não nos acolhe o coração! Não nos conforta.

E desta forma, Rita pensa que o amor, que nos dão, é como as cirurgias «plásticas»:

- Passado um tempo expiram o prazo e carecem de manutenção; ou até, no extremo da situação, de uma nova cirurgia com implante. E tudo vai sendo remendado e ficando cada vez mais frágil. O nosso coração anda cheio de remendos e cicatrizes, também.

O nosso coração, como é exigente e incontrolável, prega-nos partidas:

- Acordamos um dia, pela manhã, e achamos que não temos afectos, nem somos nada! Que ninguém nos ama, ou amou, como deve ser... Que somos órfãos do amor.

E é aí que começamos a sofrer. O coração bate e dói e quase se lança, numa corrida, galopante, fugindo-nos do peito. E é assim que podemos deixar de ter coração!

- O nosso coração é um «ser» autónomo e que fora de controlo... morre-nos no peito, sem podermos fazer nada. Só bem satisfeito se aquieta... e isso raramente lhe acontece. E se lhe acontece é só por um bocadinho, e depois, já estamos, outra vez, insatisfeitos. E com o coração sangrando.

Então hoje, Rita preparou uma surpresa ao seu coração: exigente e insaciável de amores bons e revigorantes:

- Hoje Rita vai passar o dia na Natureza: a ver as flores e a ver os pássaros e a ver as camélias...e as feteiras e as árvores sem nome, viradas para o céu.

E é lá, onde elas o parecem tocar, que Rita gosta de se sentar e de sentar o seu coração: num céu todo de azul tocado por copas frondosas, de árvores gigantes, sem nome conhecido; e o coração de Rita, feliz, aos pulos no meio daquela festa toda, alegre e improvisada... sente-se bem e amado. Por instantes, pacifica-se!

Rita sabe como alegrar o seu coração!

(- Só ás vezes.)

 

Ps: Este é um mero devaneio, que de real só tem, mesmo, a vontade real de que fosse, realmente, real.

Mas Rita vai ter um dia brutal, de trabalho, onde não haverá qualquer espaço a devaneios ou similares...

...

sinto-me: out...
publicado por mcm às 11:05
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

LOLA FLORES...(2)

 

«AY PENA, PENITA, PENA...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=Lto14yDe5XA

 

ESTA É UMA CANÇÃO QUE FALA DA FALTA DA LIBERDADE  E DA PENA QUE ISSO REPRESENTA.... PARA AQUELES QUE SOFREM ESSA PENOSA FALTA.

- A LIBERDADE É UM BEM QUE NÃO TEM PREÇO.

MESMO QUE QUEIRAMOS TROCAR TUDO, POR ELA, SE ELA NÃO NOS DÁ O QUE NOS FAZ SENTIR LIVRES, É TUDO POUCO E EM VÃO... É UM APERREAR DOS SENTIDOS, UMA PRISÃO.

«AY PENA, PENITA, PENA... DE TE OLHAR SEM VER-TE...»

 

PS: FOTO PESSOAL A QUE CHAMEI «LÍRIOS EM CATIVEIRO»

 

sinto-me: de passagem...
publicado por mcm às 18:04
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»... gente feliz...

...

“Da vida sei pouco, «menina». É mais do que ouço dizer, que aquilo que vi ou vivi de verdade, de que falo e penso que sei.

A maior parte das coisas que vejo nos filmes da televisão e nos telejornais, imagino-as reais, mas não sei se, de facto, existiram ou existem; sabe, «menina», eu só saí daqui para ir a umas festas, nas terreolas à volta, e duas vezes fui em excursão a Fátima... que isso sim é coisa importante de se ver; além da fé que possamos ter. Aquilo foi uma coisa que eu vi e não imaginava que era assim!... Tanta gente, tanta vela, tanta flor, tanta Fé e tanta alegria... tudo no mesmo sítio. O que eu gostei de ver foi a alegria das pessoas ao verem  Nossa Senhora; é tão linda aquela Santa!...

Mas aqui na terra é sempre o mesmo; há mais de setenta anos, que é a minha idade:

- Os campos são os mesmos, mas alguns mudaram de donos e estão abandonados; as pessoas são das mesmas famílias de quando nasci; a missa é na mesma aos domingos às onze da manhã; as tabernas chamam-se cafés e as mercearias minimercados; mas é tudo a mesma coisa:

- Nos cafés serve-se vinho tinto, a copo, e nos minimercados vende-se de tudo um pouco, até ferramentas. Até enxadas para cavar... mas agora já ninguém quer cavar... e os homens vêm «tocados» para casa e alguns batem nas mulheres... Nada mudou. Há é menos gente. Os novos não querem saber disto; vão para as cidades...e para França e Venezuela...

A “menina” dê por aí uma volta e fale com as pessoas, que é tudo gente boa e conhecida; e tire mais fotografias e depois dê-me uma, para mandar aos meus netos que estão na França...

- Agora dizem que as fotografias ficam prontas na hora! Dantes eram oito dias em Oliveira...

Bem, vou entrando, que o meu Zé vem para comer ao meio-dia e tenho que por a panela ao lume... Se quiser fique, ele havia de gostar de si... assim linda como é!...

Dantes era lenha, que tínhamos que apanhar, por aí, agora temos gás, é mais limpo e mais descansado... para cozinhar...

Adeus “menina”! Se passar, outra vez, por aqui, não se esqueça das fotografias... era mesmo uma coisa que eu gostava de dar aos meus netos...”

Ps:

Rita despediu-se com um beijo e prometeu, (e já cumpriu) mandar as fotos que fez a esta senhora, sentada na soleira da sua porta, numa manhã de sol, onde fez o favor de ficar à conversa com ela; num desses dias, que andou em passeio, lá pelas zonas de Oliveira do Hospital... numa terra que foi de gente famosa, em tempos, e hoje é terra quase só de «velhos» à espera que o seu tempo termine...

- Uma triste tristeza aquilo a que votamos o nosso belo País e as suas gentes.

...

sinto-me: super,hiper, apressada
publicado por mcm às 11:26
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010

BUIKA...

 

«SOLEDAD...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=Jc62Vv6FXIM

 

CONCHA BUIKA É UMA FORÇA DA NATUREZA!

PODE SER MAR, SOL, TERRA, FOGO, AR... OU TODOS JUNTOS!

QUANDO CANTA IMPÕE A SUA VOZ E INVADE-NOS O CORPO E ALMA, (DOS QUE A TÊM.)

NESTE SEU NOVO ALBUM ELA PRESTA HONROSA HOMENAGEM A UMA DEUSA MAIOR DO SENTIMENTO:

- CHAVELA VARGAS.

EU POSSUO TODOS ESTES ÊXITOS CANTADOS POR ELA, MAS NA VOZ DE BUIKA, FICAM IGUALMENTE «CALIENTES» E SOFRIDOS QUANTO BASTE.

E EU GOSTO DE ME ALEGRAR OU SOFRER, COM BOAS VOZES... 

sinto-me: nos intervalos da chuva...
publicado por mcm às 18:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

«O diário de Rita»... o mal...

...

Hoje, Rita pensa no mal!

Rita pensa em todas as pessoas que a fizeram sofrer, em algum dia, de uma forma gratuita e incompreensível, só por dor de cotovelo ou por maldade!

Rita não alimenta ódios, mas sabe quem lhe quer, ou fez mal! E fica triste, raivosa, e, por vezes, sente-se impotente, seja para o que for; não consegue reagir. Fica abúlica e à mercê desses seres maldosos.

E entre essas pessoas, Rita vê, à cabeça, as invejosas e as mesquinhas...

 - Sim, que há uma certa diferença entre umas e outras...

Rita, ainda assim, prefere as invejosas! As mesquinhas não lhe “dão pica”! - São só mesquinhas; que é o mesmo que serem pequeninas, pouco inteligentes, pouco elaboradas! Rasteiras! Falsas!

Rita prefere a “vilanagem” de um “bom invejoso ou invejosa”...

-  O requinte da maldade!

Por norma, os invejosos são mesquinhos, maus, mas inteligentes:  e, são mal formados! Rita já provou desse cálice muitas vezes! Desde criança até hoje!

- Ou porque tinha melhores notas, ou porque tinha mais “dons”, ou porque era mais bonita; ou porque falava melhor; ou porque os homens eram mais fãs de Rita...; ou porque dançava melhor;

- Enfim, um invejoso inveja qualquer coisa, mesmo que de somenos importância...

Rita não se amedronta com invejas nem com maldades...

Sente pena dessas pessoas mas não lhes perdoa! Conhece-as e exclui-as. É assim que as castiga.

A inveja é uma menoridade que nos apouca e de que Rita, felizmente, não sofre.

“Mente sã, em corpo são!” É a máxima de Rita; e muito trabalho! Muito, muito, trabalho! Foi assim que conquistou tudo o que tem!

Rita gosta, com verdade, dos sucessos dos outros e fica alegre por eles e dá-lhes os parabéns pelas suas pequenas ou grandes vitórias... Não fica a depreciá-las nem a denegri-las: pela calada ou às escancaras...

 

Ps: Quem quiser também pode ser assim! É só tentar, tentar, tentar... e tem!

Até porque a inveja torna as pessoas feias e com rugas na cara e na alma.

...

sinto-me: olarilálá...
publicado por mcm às 10:55
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!