Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

«O diário de Rita»... naugthy girl...

...

- "Hoje não quero! Não quero começar nada que não vá, acabar por concluir! Hoje será o dia em que tudo terá um começo, um meio e um fim. Em que as minhas escolhas terão a sua - final - conclusão."

Rita está sentada à sua secretária e pondera assim:

- Quase todos os dias Rita tem um sem número de tarefas: iniciadas - umas! E outras adiadas, ou para iniciar, sabe-se lá quando... Quase todas por concluir!

Rita não gosta de trazer coisas atrasadas e pendentes... Gasta tempo a pensá-las e a pensar em as acabar. Pensa-as demasiado e não as conclui: por falta de tempo ou de ousadia suficientes.

Por exemplo:

- Há uma coisa que Rita, hoje, irá fazer do princípio ao fim... sem deixar nada pelo meio, nem mal executado! Hoje Rita vai tirar a sua tarde para namorar! Em vez de andar sempre a pensar em fazê-lo, hoje Rita executará essa sua pretensão sempre adiada! E irá namorar toda a sua apetecível e solarenga tarde, de terça...

Rita gosta de sair, de vez em quando, enquanto todos estão nas suas rotinas de trabalho, e gosta de fazer um programa, com o seu namorado...

- Uma coisa assim, como ir a Sesimbra; olhar o mar, contemplar as gaivotas, e comer um peixe grelhado, acompanhado de um bom vinho branco, Muralhas ou João Pires, e, (depois e enquanto) namorar. Muito e com classe! De olhos nos olhos e dizer aos seu amado:

- «Adoro-te», neste “agora”! Amanhã não sei...

São momentos de muita distensão, relaxe e partilha. Assim uma espécie de “sobremesa” de que ambos necessitam, para se manterem amorosos, um com o outro: longe dos outros e de tudo! Sem perturbações... E depois, durante a semana, os sítios estão mais vagos e as pessoas que nos atendem são mais atenciosas e até julgam que somos estrangeiros! E, quando isso acontece, nós alinhamos e falamos em inglês o tempo todo. E ao fim, na hora da gorjeta, somos generosos e saímos. Já na rua, desatamos a rir alto; e em português dizemos um para o outro:

- És um menino muito maroto...

- Tu é que és uma marota! Rita, tu és uma “naugthy girl”...

E a tarde entretanto está quase a acabar-se.

- Enceta-se, então, o caminho do regresso à «selva»...

...

sinto-me: uma santa!
publicado por mcm às 11:07
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

MADREDEUS...

 

«ALFAMA...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=HRh8nl2FsqA

 

MADREDEUS  É DO MELHOR QUE HÁ EM MÚSICA PORTUGUESA.

E TERESA SALGUEIRO CANTA MARAVILHOSAMENTE.

OS MADREDEUS COMO CONJUNTO ACABARAM.

FICARÃO NA MEMÓRIA DE TODOS OS QUE AMAM O QUE É BOM E BELO, E É DE PORTUGAL.

 

PS. A FOTO FOI TIRADA DO SITE «OLHARES» E É MAIS QUE CERTO QUE PERTENCE ÀS MINHAS PREFERÊNCIAS ESTÉTICAS E CROMÁTICAS. 

sinto-me: atenta
publicado por mcm às 19:02
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»...e pensando bem, ...

...

Rita vai a caminho do trabalho e pensa assim, para consigo:

- Todo o início de semana é, no cômputo geral, igual a todos os fins-de-semana! Estou, quase sempre, cansada! Exausta! Com quase tudo... e por quase nada! Cansada! Dantes não era assim. Dantes, Ritinha, ligavas o turbo, pela manhã, e tiravas o máximo rendimento com o mínimo gasto... e à noite estavas fresca e pronta para continuar: continuavas ainda completamente “up”!...

E Rita continua a conduzir e continua a pensar que, dantes, ainda não muito distante, Rita levantava-se e trabalhava muito; e voltava a deitar-se e jamais se sentia com vontade de desligar o «turbo»; de dormir ou de descansar. Achava que isso de dormir era uma enorme perda de tempo: e, assim sendo, durante anos, quase pegava os dias com as noites e a vida seguia, para si, de vento em popa. Com divertimento, trabalho e energia q.b.!

Agora, Rita levanta-se cansada e deita-se ainda mais cansada; e anda nesta rotina, de “top down”, (tão desinteressante para a sua cabeça) semana sobre semana. - Quase já só vive e se alimenta de stress.

Porém Rita pensa que não é a única!

Rita lembra aquelas mães, com filhos adolescentes, que as solicitam para tudo e que as absorvem com as suas exigências destemperadas, desalinhadas e próprias dos adolescentes, mas que «torram», literalmente, a paciência de um qualquer mortal. Rita imagina como serão, (e são) os fins-de-semana, dessas mães e pais: e que depois, na segunda-feira, estão ainda mais cansados que na sexta; e para quem a vida é sempre igual a esta, e sem variações para melhor!

E depois pensa, ainda e também, que os casamentos, nesta fase da vida do casal, enfrentam o perigo de se desfazerem. E muitos desfazem-se! O pai segue e a mãe fica...

- Fica com os rebentos, os problemas, e, mais o pai dos rebentos; que passa a criar, também ele, mais problemas, para a mãe dos rebentos...

 - A agora sua “ex” e mãe dos rebentos, que ele deixou para trás porque sim, passou a ser uma pessoa cheia de defeitos... Quase uma marginal!

E muitas mulheres, nesta fase da vida, entram em depressão e começam a tomar comprimidos para tudo. Entram em processo alienado e destrutivo, da sua auto-estima, coisa que com a idade, só piorará.

Rita enquanto conduz, vai absorvida nestes pensamentos, e, agora que chegou ao seu destino, conclui pelo seguinte:

- Antes que a vida te destrua, previne-te! Toma caldos de galinha em vez de pílulas! Tenta preservar um pouco de tempo só para ti! Tal como um remédio que tomas em S.O.S. ...

 ... 

sinto-me: BANAL...
publicado por mcm às 10:49
link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Janeiro de 2010

PORQUE HOJE É DOMINGO...

 

«I WANT TO BREAK FREE...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=9hMrY8jysdg

 

QUEM NÃO DESEJARIA FAZER UMAS ESCAPADELAS E VIVER AVENTURAS NÃO PERMITIDAS NO "RAME RAME" DO SEU  DIA A DIA?

 

POIS É,  FAZ TODO O SENTIDO GRITAR COMO  FREDDIE MERCURY:

- "I WANT TO BREAK FREE"...

COMEÇAR UMA VIDA NOVA, DIFERENTE E MELHOR... LONGE DAQUI  E A FAZER O QUE SONHEI!...E MANDAR O CONFORTO PARA AS URTIGAS E INVENTAR-ME PARA UMA NOVA  FORMA DE VIVER A VIDA!...

 

PS. 1- ISTO QUE AQUI FICA ESCRITO É AQUILO QUE MUITA GENTE, QUE HOJE ESTÁ SENTADA NO SOFÁ  LÁ DE CASA, ESTÁ A PENSAR BAIXINHO E SEM QUE A PESSOA QUE ESTÁ, MESMO AO SEU LADO, PERCEBA...

PESSOAS ESSAS QUE ESTÃO A MORRER DE TÉDIO!

 

PS.2-PARA REALIZAR "ALGUNS" SONHOS É PRECISO CORAGEM. 

sinto-me: de saída...
publicado por mcm às 17:35
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»... Homens assim? Venham...

...

Pois é «docinho», hoje é a tua vez de fazeres a cama e preparares o pequeno-almoço!...

- E sabes bem, como eu deliro e gosto, de ser servida por ti, «meu adorado escravo»!...

Hoje será o dia em que tomarei banho, me vestirei como uma princesa e me sentarei à mesa, aonde tu, prévia e amorosamente, já colocaste os ovos mexidos com bacon, o pão de Mafra torrado, o café e o leite bem quentes, e a manteiga, a compota de cereja e tudo o que eu aprecio num pequeno almoço de fim de semana  a dois...

A toalha será à tua escolha e as flores, sei-o, serão as violetas que trarás, de propósito, da varanda solarenga, (aonde as coloco, durante a semana, para que a luz do dia as torne, ainda, mais azuis e mais espampanantemente  belas) porque sabes que amo, esse toque de requinte!

E quando eu vier, para sentar-me, e, aonde de pé, perfilado me aguardas, tu, delicadamente, desviarás a cadeira; e, após esse gesto que tanto adoro em ti, eu me refastelarei solene, banqueteando-me; mas nunca, sem antes te dar um pequenino beijo, de ternura e agradecimento: pela felicidade que ambos nos ofertamos. Pela paixão que sabemos alimentar!

- Tu conheces bem como me sinto alegre e feliz, com estas ternuras matinais...

... E como ficou lavrado, no nosso acordo antes celebrado, para a semana, serei eu a «fazer» de tua «escrava»: com todo o gosto e  zelosa atenção! Com capricho no desempenho do «cargo».

Este nosso jogo de «escravos voluntários à força» é uma delícia secreta, que cultivamos com imenso carinho e romantismo! Quase como se fossem as violetas que, tal como previra, puseste em lugar de destaque à minha direita... na mesa; e...

- Para ti reservaste a minha esquerda; e fica tudo mais que perfeito...

A «monarquia» e a «plebe» banqueteiam-se e são felizes...

O bobo jamais comparece nestas cerimónias, só nossas e privadas.

 

Ps: Rita parou, neste exacto momento, de sonhar alto...

...

sinto-me: nice...
publicado por mcm às 10:42
link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Janeiro de 2010

RUI VELOSO...

 

«A GENTE NÃO LÊ...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=bqMvwxsey8g

 

RUI VELOSO É UM  CANTOR DE MÃO CHEIA E UM MUITO BOM MÚSICO/COMPOSITOR.

COSTUMO DIZER QUE RUI VELOSO ESTÁ PARA A MÚSICA COMO O VESTIDO PRETO ESTÁ PARA A MULHER:

- FICAM SEMPRE BEM E COM UM CERTO TOQUE DE CHIQUE!

GOSTO DE QUASE TUDO QUE RUI VELOSO CANTA E TOCA.

ESTA CANÇÃO QUE AQUI DEIXO, TEM UMA MENSAGEM MUITO PROFUNDA E CONCRETA:

- QUEM NÃO LÊ NÃO VÊ...

HÁ MUITOS SABERES!  MAS  "SABER" LER É TER ACESSO AOS MUNDOS TODOS.

sinto-me: a divagar...
publicado por mcm às 18:21
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»...homens?

...

Não me grites, não me massacres e não conduzas dessa forma!

Sinto-me com medo e à beira de começar, também eu, a gritar.

És um “menino da mamã” que não aguenta derrotas; nem um pouco de fracasso que seja. Gostas, porque és vaidoso, de te mostrares vitorioso e mandão! Sempre e a todo o momento! Se reparares bem, para ti, concordarás sem hesitares por um segundo, que tenho razão no que te digo. Pensas sempre em grande e em vitórias! Não assumes que a vida é como as moedas: - Tem sempre duas faces!

 E se num dia estás no topo, no outro, podes estar cá em baixo e a interrogar-te porquê. Mas tens que saber isso. Não podes julgar-te um invencível e um jogador batoteiro...

E sabes uma coisa mais? Estou farta dessa tua vaidade!

Tenta ser mais humilde. Tenta reconhecer que daqui a pouco, podes não ser nada. Que és falível e finito! Que não és dono absoluto de nada; nem de ti mesmo.

- Sê um homem normal! Leva-te a sério!

Pensa coisas viáveis e normais... e, de vez em quando, sonha! Os sonhos amenizam os dias.

A arrogância e a competição desmedidas, arrasam-nos e desqualificam-nos para todo o resto!

- E quando puderes, pára-me essa porcaria desse carro, (que julgas é um brinquedo com que te entreténs a fazer gincanas e ralis de segunda) porque quero sair. Apanhar ar puro! Antes que morra aqui de stress ou porque te estampas...

- «Puxa»! Que sina! Ele há cada doido varrido à solta!...

Hoje estás mais ou menos, um histérico!

- Desculpa-me pela sinceridade... ou agradece-me...

 

Ps: Rita não tem paciência para garotices...

...

sinto-me: a ver bem...
publicado por mcm às 10:44
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010

«O diário de Rita»... viver é um absurdo?...

...

De repente, ele levantou-se da cadeira, despediu-se e foi-se embora...

- Que tinha de sair; tinha muito trabalho em cima da secretária, muitas reuniões, muitos compromissos; muitos clientes para atender, com hora marcada;...

E foi-se! Deram um aperto de mão e prometeram voltar ao contacto...

- Ao assunto por que estiveram reunidos a conversar, nessa manhã.

Rita voltou para a sua secretária e envolveu-se no trabalho, nos telefonemas e não mais pensou: nem naquela pessoa nem no assunto de que estiveram a tratar!... Outros casos se meteram pelo meio... E o dia findou e Rita deu graças: por voltar a casa e “desligar” de tanta coisa que acontece ao longo de todos os seus dias.

- Há tanta coisa para apreender todos os dias! Para absorver e interpretar! Para tentar resolver!...

Rita dormiu e voltou a levantar-se e voltou para a sua secretária... e, era meio da manhã, desse novo dia de surpresas sinistras, um colega bate-lhe à porta e assim  soube, que aquela pessoa com quem estivera em reunião, no dia anterior - cheia de trabalho, compromissos e clientes - com quem tinha assuntos pendentes e que era uma pessoa afável, útil e empenhada em causas; e, quase ainda, um jovem - morrera a caminho do hospital com um AVC fulminante. Pelo fim do dia, sentira-se mal e não houve nada a fazer!

Rita, incrédula fechou-se dentro do gabinete e não falou com mais ninguém até se conseguir recompor...

Passadas as angústias do choque e já mais serena, ligou para a sua secretária, para saber a hora do funeral.

Enquanto isso, ia pensando consigo mesma, que a vida é um mero «acidente» de percurso; em que temporariamente somos actores principais -  e depois acaba-se tudo.

Se pensarmos muito nisso, podemos ser levados a concordar, que a vida é um inútil e pesado «absurdo». Podemos ficar desmotivados de viver e lutar...

...

sinto-me: igual a sempre...
publicado por mcm às 19:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

CHICO BUARQUE...

 

«A VALSINHA...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=W5SIEnAaJ3I

 

ESTA «VALSINHA» QUE PARECE TÃO DOCE... RETRATA UMA  CERTA FORMA DE ESTAR, DOS HOMEENS - NOS IDOS ANOS SETENTA  - MAS QUE VENDO BEM, AINDA NÃO SE DISSIPOU TOTALMENTE.

OS "NOSSOS"  HOMENS MELHORARAM, BASTANTE,  A SUA FORMA DE ABORDAR AS MULHERES, MAS NOTA-SE MUITO «MENINO MACHISTA« POR AÍ... A FINGIR-SE DE MODERNAÇO... E LIBERAL!

- E NEM SEQUER É PRECISO PROCURAR MUITO!

ELES ANDAM DISFARÇADOS, MAS VÊEM-SE BEM.

 

PS: AS PAPOILAS SÃO SÓ SAUDADES DE MAIO... DA LOUCURA DOS CAMPOS EM FLOR!

sinto-me: de passagem...
tags:
publicado por mcm às 18:27
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»... introspecções...

...

Se por acaso me vires chorar, não me lamentes, nem tentes confortar-me;

Estende-me um lenço, de pano, bem grosso, com que me vá secando do meu pranto, e deixa-me verter essas lágrimas até ao fim! - Até à última gota de sofrimento!

Quando cansada de carpir mágoas - de face e olhos vermelhos - olhar para ti, em busca de um refúgio, passa-me, simplesmente, a mão pelo ombro, e, em silêncio, caminhemos juntos, até ao fim do nosso destino...

E quando lá chegados, ao fim desse destino, deixa-me entregue só a mim mesma! Deixa-me partir: - Sozinha e por fim aliviada; da minha dor, do seu motivo - e em paz! Seguirei sempre em frente e, talvez, mesmo sem saber, bem, até onde!

- Mas depois se verá! Mais adiante, lá bem para a frente, se verá!

Darei notícias. Prometo!

Ps: Rita tem dias assim: - De momentos lúcidos, apenas!

...

sinto-me: na lua
publicado por mcm às 10:48
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

PHILL COLLINS...

 

«YOU`LL BE IN MY HEART...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=05MykSuOxP0

 

HÁ IMENSO TEMPO QUE NÃO HOUVIA FALAR DESTE SENHOR, DA MÚSICA!  HOJE  REPAREI NUMA CANÇÃO DELE, QUE PASSOU NA RÁDIO, E LEMBREI-ME DE COLOCAR, TAMBÉM,  AQUI, UMA OUTRA ...

SÓ PARA VERMOS QUE, APESAR DE TUDO, AINDA HÁ PESSOAS A ENVELHECEREM BEM:

- PHILL COLLINS EM 2006 ESTAVA ASSIM!  NADA MAL!

AGORA, NÃO FAÇO A MINIMA IDEIA, SE  CONTINUA CHARMOSO... MAS PENSEMOS QUE SIM!

JÁ LÁ VÃO QUATRO ANOS... E A IDADE NÃO PERDOA!

sinto-me: como ontem...
publicado por mcm às 18:44
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

«O diário de Rita»... uma ilha no meio do nada...

...

Se a Felicidade fosse num local acessível - tipo fácil e perto - Rita mudava-se, hoje memo,  para lá!

Fazia a mala, levava dois ou três livros - um deles de poemas - e... a pé, à boleia, ou deslizando, em cima de um skate, chegava, em dois tempos, a esse sítio de maravilha!...

E lá chegada, deitava-se no chão, de costas, (com a barriga para o ar) e, conforme a hora do dia, contava estrelas ou via passar os pássaros, a caminho das suas terras; felizes e férteis...

 - Sim que Rita fantasia, para si mesma, que os pássaros são felizes porque habitam nas terras onde só há a Felicidade... e a Abundância!

Assim deitada, de costas, na relva macia do chão da Terra da Felicidade, e a olhar para o céu, contando estrelas ou vendo os pássaros, voando felizes a caminho dos seus ninhos de Amor, Rita viveria também Feliz para sempre!

Se a Felicidade habitasse em local habitado por humanos, Rita era um deles - dos humanos que lá habitariam! Quem sabe com o seu Amor e todos os seus amores!

Rita termina este seu devaneio com uma frase de Óscar Wilde, que motivou este anseio, premente, de viver num lugar onde aprisionasse o Tempo; a Paz habitasse; e a Felicidade e a Abundância fossem à descrição! E a frase aqui fica:

- “ O melhor chega-me perfeitamente.”(Óscar Wilde)

...

sinto-me: sei lá?!... Bem!
publicado por mcm às 10:54
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!