Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

«O diário de Rita»...

(continuação)

....

E por muitos e numerosos motivos, Rita não alinha em conversas da treta!

Ou, como dizem agora os mais novos:

- “Rita já não papa grupos!”

Todos os dias, por motivos que agora não interessam, aqui, Rita ouve e conversa com bastantes pessoas. Ouve-as, dá-lhes atenção e, tenta entendê-las, mas não é obrigada a acreditar em tudo o que lhe dizem, embora lhes confira, por norma, o benefício da dúvida... Rita está ali para ouvir e se for caso disso, dar uma opinião ou uma sugestão de «caminho» a caminhar...

 - Uma recomendação, no máximo!

Há dias, Rita conversava com alguém que lhe contava o seguinte:

- Sabe, eu esforço-me! E todas as noites chego a casa e tento ser um bom pai e um bom marido! Faço o que posso, mas aquilo não dá! Não resulta! Estou sempre com vontade é de voltar a sair, de que amanheça; de que seja dia, para  ir à minha vida e donde só regresso o mais tarde possível... de preferência quando já estão todas a dormir... - Se estiverem a dormir, quando chego, aí eu respiro de alívio! Assim, entro, nem faço barulho e deito-me e já não há conversas... nem perguntas, nem choros, nem gritos, nem recriminações! ( o «todas» refere-se a mulher e três filhas)

Aí, Rita que tudo ouvira, e sem opinar ou interromper, assim à queima-roupa atirou, expectante e não sabendo o que poderia vir de lá:

- Que idade tem ela?

Com os olhos muito abertos, algo ruborizado, e com ar de «menino traquinas» que foi apanhado a roubar trocos da carteira da mãe, o homem que estava na sua frente, e que teria uns sessenta anos de idade, respondeu, quase engasgado:

- «Sabe um homem chega a uma determinada idade e precisa de se sentir jovem e feliz. Ela tem vinte e oito aninhos e é a minha nova secretária! Adora-me e faz-me sentir muito bem! Sinto-me vivo quando estou com ela!

Mas a família é a família! ...  e assim, como as coisas estão, até tudo me fica mais barato...»

Rita não opinou, não recriminou, não deu mais seguimento à conversa...

- Que terminou assim, ali, e daquela forma: só o silêncio!

Aquele silêncio que ali ficou, no ar, foi o sinal de que a conversa chegara ao fim. Despedimo-nos com um aperto de mão cerimonioso e sem mais agendamentos de futuras reuniões.

Rita pensa que o seu interlocutor percebeu, porque teve que perceber, que Rita não papa grupos!

- Que Rita odeia conversas da treta!

Rita não tem nada que ver com as vidas de ninguém, mas não tem nada que ouvir justificações absolutamente absurdas e cobardes para situações que só exigem resoluções/opções de total coragem e que até estão consignadas em leis...

 

Ps. (a mulher deste senhor entrara, já, com um pedido de divórcio com o qual ele não concordava)

...

Continua  

sinto-me: lúcida
publicado por mcm às 10:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 3 de Novembro de 2009

NINA SIMONE... (2)

 

 

«HERE COMES THE SUN...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=NJiC6cA3dUA

 

ENTRE AS IMENSAS VERSÕES DESTA BELA CANÇÃO, DOS BEATLES, EU GOSTO DE QUASE TODAS E , HOJE, ELEGI  ESTA:

-  NA VOZ INIMITÁVEL DE NINA SIMONE PELA SEGUNDA VEZ E PORQUE UMA LEITORA DESTE BLOG, DEIXOU, GENTILMENTE, A  DICA ...

 

" MESMO SENTADOS NA VALETA DEVEMOS OLHAR, SEMPRE, PARA O CÉU...  ONDE PODEMOS VER O SOL e  AS OUTRAS ESTRELAS."

- EMBORA HAJA QUEM DIGA QUE A ESPERANÇA É A FÉ DOS ESTÚPIDOS... 

 

sinto-me: a andar sem problemas...
publicado por mcm às 18:43
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»...

(continuação)

...

Rita sente-se hoje ansiosa e expectante! ( e com uma entorse, já em fase de recuperação! Graças ao tratamento intensivo que fez...)

Está ansiosa porque só ouve, à sua volta, pessoas meio revoltadas; com as vivências extremas, que são obrigadas a enfrentar todos os seus dias de existência, meio sombria :

- Trabalhar quase sem horários; comer mal; ganhar salários de miséria; ter que andar decentemente e dignamente arranjadas, sem dinheiro suficiente, para o fazerem; andarem limpas; andarem actualizadas com algumas leis, fofocas e rumores, sem dinheiro para jornais e revistas; fazer «vénias» às chefias, quase partindo a coluna vertebral; cair nas boas graças do patrão, não vá ele lembrar-se de fechar a empresa; e (ainda) ser um Homem, no fim do seu dia: que é o mesmo que dizer-se, não sentir vergonha de si, nem dos seus actos, quando se olhar no espelho!

Mas Rita ouve atentamente estas pessoas, descontentes com as vidas que são obrigadas a viver, e, lá por dentro, Rita sente-se expectante: assim como se uma nuvem muito carregada, que avistamos no horizonte próximo, e que nos deixa hesitantes entre, fechar a janela, para que se chover o soalho se não molhe e estrague, ou acreditarmos que será, só mais uma nuvem passageira, que acabará por se dissipar e dará lugar a um resto de dia com sol; quente e brilhante; em que tudo baterá certo e tudo correrá bem: sem chuva nem molhadelas... nem soalhos estragados!...

O que Rita quer dizer, com esta conversa que mais perece não ter sentido, (mas tem) é que não sabe até quando, as pessoas vão conseguir iludir «essa nuvem» que lhes paira, insistentemente, sobre as suas vidas tristes e sem expectativas; para que não desabe em «bátega e temporal»! E as arraste com ela...para o fundo do charco ou pântano, donde sempre, depois, tudo renasce....

Se isto fosse qualquer um dos Evangelhos que os Apóstolos do Novo Testamento pregaram, e que se lêem na Bíblia (os que a lêem) disto  se diria que eram tudo metáforas...

- Coisas rudes, de um quotidiano rude, contadas de forma rude, para que  gente rude as pudesse e soubesse contextualizar; e projectar numa visão existencial com saída para a Eternidade! Com Deus...

Mas, nem Rita é apóstolo, nem prega, (a não ser no «seu» deserto ou aos peixes) e tudo o que acima escreveu... é tudo real... Tristemente real!

E Rita, que é sempre obsessiva das ideias, e, por isso mesmo, sobre o seu elemento de pensamento expectante, insiste em perguntar:

- Até quando uma nuvem, saturada de água, (até mais não) se conseguirá, sempre, por mais um dia que seja, dissipar?... e dar umas abertas de sol... iludindo assim, uma tempestade que acabará por ter que acontecer?... Que terá mesmo que acontecer?...

...

Continua

sinto-me: ao pé coxinho...
publicado por mcm às 11:26
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

MERCEDES SOSA...

 

 

 

«GRACIAS À LA VIDA...»

 

http://www.youtube.com/watch?v=cIrGQD84F1g

 

NOS DIAS DEMASIADO DUROS E DIFÍCEIS DE VIVER, É QUE VALE A PENA DAR GRAÇAS PELA VIDA QUE RECEBEMOS: QUE TEM DIAS BONS E DIAS ASSIM E DIAS MAUS...

PODEMOS, AO OUVIR UMA MÚSICA, FICAR DE BEM COM O MUNDO, DE NOVO...

Ps:

(A música também nos «lava » o coração... e tira as dores da Alma e do corpo...)

- Por vezes!

 

sinto-me: com um pé torcido...
publicado por mcm às 18:35
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»... (sonhos-2)

(continuação)

...

Hoje e para começar bem o seu dia, Rita pensa, só, em futilidades!

- Há dias assim, em que Rita tem a sua cabeça tão saturada de coisas sérias, exigentes e tristes - umas - e insolúveis - outras - que, e para escapar à tristeza e não endoidecer, de vez, Rita pensa só em futilidades... Todas as que lhe vierem, nesse instante, ao pensamento... Imagina cenários e loucuras...

Rita conduz, e, enquanto conduz imagina, como seria bom acelerar e levar os carros todos à sua frente, por arrasto, até ao Tejo... E lá chegados:

- Rita no seu automóvel (pequenino) empurrando uma fila imensa de carros, com os seus donos lá dentro, todos protestando - (e querendo sair do carro e bater em Rita ) - lá chegados, à beira Tejo, Rita acelerava, mais um pouco, e  com o megafone que pedira emprestado ao «gel»,  aquele artista do “Vai tudo Abaixo” e que Rita adora ver, em alguns dos seus momentos televisivos... então pelo megafone do Gel, (emprestado) Rita avisava, alto e bom som:

- “Carga ao Tejo, e salve-se quem puder”...

Quem tivesse amor à sua pele, saltava fora e estava-se nas tintas para o carro; e quem fosse, mesmo, vidrado no seu «pópózinho» entrava com ele nas águas, mais que poluídas, do belo rio que circunda a nossa bela Capital... e nadava...vendo o seu e os outros carros, a afundarem-se...

Depois, quando todos os carros que Rita levou à frente estivessem mergulhados nas águas mais que poluídas do belo Rio Tejo, e com alguns dos donos a nado e os outros em rebelião contra Rita, Rita  fazia uma inversão de marcha - rápida - “levantava voo” e fugia dali a cem ou duzentos à hora e...

1-    Ia devolver o microfone ao «gel» o verdadeiro "homem da luta";

2-     Ia entregar-se à polícia - antes que a viessem buscar;

3-    Aceitava tratamento psiquiátrico (de borla) ; Talvez fosse recomendado;

4-    Se a condenassem a usar pulseira electrónica, vê-la-ia como um  adereço fashion...

 

Rita deseja a todos uma boa semana! De muita loucura...

...

Continua

sinto-me: a ver bem...
publicado por mcm às 10:53
link do post | comentar | favorito
Domingo, 1 de Novembro de 2009

Finalmente...

Neste momento, em que já é noite cerrada, (apesar das luzes da cidade acesas) lá fora chove, intensamente!

As casas ficaram mais frias, quase húmidas e com este aspecto meteorológico, o Outono vestiu-se como deve ser e a rigor! Vestiu a sua verdade...

- Mas só o Outono!

Do resto não apetece falar...

- São padres que se “armam” até aos dentes; são altos quadros que se dizem sérios e não deviam ter que o dizer; são «quase miúdos» já a pedirem luvas graúdas; são as coisas que são e não o deviam ser...

Só o Outono está agora « no (seu) carril dourado»...

Que deslize, então,sem descarrilar...

- Sem cheias, sem temporais, sem nevões...

Este País já não aguenta nem calor a mais, nem chuva a mais...

Se faz demasiado calor morrem os pintos!

Se chove um pouco de mais afogam-se os pintos!

... e os mais pobres comem frango, quase todos os dias

sinto-me: lúcida!
publicado por mcm às 21:13
link do post | comentar | favorito

«DISPONÍVEL PARA AMAR...»

  

 

 BANDA SONORA DE "IN THE MOOD FOR LOVE»

 

http://www.youtube.com/watch?v=kXqAcmDtEXc

 

UM MOMENTO DE MUITA EMOÇÃO ! MUITA MESMO...

E BOM  DOMINGO PARA TODOS OS QUE POR AQUI PASSAREM...

 

Clicar aqui,pf.

http://cinema.sapo.pt/filme/in-the-mood-for-love

 

 

sinto-me: apressada
publicado por mcm às 15:18
link do post | comentar | favorito

«O diário de Rita»...

 (continuação)

...

Rita acordou cedo porque dormiu pouco, e mal; e, enquanto tenta arranjar coragem para iniciar o seu novo dia de vida, Rita senta-se, um pouco, numa esplanada e pede um café duplo; e, enquanto absorve essa tão necessária «droga» matinal, pensa coisas ao acaso:

- E Rita pensa nas pessoas inconstantes e com comportamentos bizarros! Aquelas que hoje nos metem no coração e fazem juras eternas, de amores eternos, e que, passadas umas horas, nos atiçam os cachorros, nos hostilizam, nos despedaçam o coração e até nos maltratam, fisicamente; se as deixarmos... ( coisa que com Rita, seria muito pouco provável.)

Rita conhece algumas pessoas assim, e, apelida-as de «esquizofrénicas». Vivem num banco de dados diferente: irreal!

Rita gosta da loucura e da excentricidade! Rita odeia, de igual forma, a maluqueira, a doideira e a banalidade. E já agora a inconstância  das mentes esquizofrénicas... e os oportunismos...

Rita fala nestas coisas, porque acha que anda «tudo» maluco! ( os loucos que a desculpem)

Enquanto bebe o seu café, (hoje duplo) matinal, Rita, e por mero  acaso, recorda uma pessoa que há dias e sem que Rita lhe pedisse nada, a queria catapultar para os píncaros da sua esfera mais intima, mais próxima, mais afectiva e de admiração pessoal... quase o «seu» ídolo privado! Rita, assim sem querer, nem saber, nem contar, era quase uma heroína, uma pessoa fantástica, uma mulher maravilhosa... Asim, com um estalar de dedos... por artes mágicas...

Mas, passadas umas horas e, sem qualquer explicação, facto, ou motivo (concreto ou abstracto), essa mesma pessoa quase deixou de lhe falar!

- Assim mesmo e sem mais explicações! Procede com se, quase, não conhecesse Rita, de lado nenhum; mas conhece.

Rita, que até nem simpatizava muito com a personagem, lá bem no seu intimo, até agradeceu, mas agora e, pensando bem no assunto, Rita conclui da seguinte forma:

- Livrai-nos Deus de todos os males, presentes e futuros e, especialmente dos malucos que se abeiram de nós, sem que lhes peçamos nada de nada... e só querem perturbar a nossa Paz e intrometer-se aonde não devem; e até nem sabem meter-se; e, nem sabem no que se metem, ou meteriam se viessem a meter-se em alguma coisa... (comigo em especial, que os topo - pensa Rita)

Rita não tem qualquer paciência para doidos ou doidas! Nem para oportunistas e interesseiros!

E porque hoje é Domingo, Rita assina assim:

- Ámen!

...

continua 

sinto-me: louca q.b.
publicado por mcm às 11:22
link do post | comentar | favorito

.Eu...

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Primeiras chuvas de Outon...

. Outono!

. Primavera!

. Hoje

. O circo

. Diz-se ...

. Destralhar ?

. Que triste!

. Mais um Natal!

. E aquele Blatter ?! ...

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.Subscrever feeds

.links

.favoritos

. VIAGEM A PARIS E (DE GRAÇ...

. Diário de Rita... o beijo...

. «O diário de Rita»...home...

. «O diário de Rita»...

. O meu Blog Original...

. Boa Páscoa...

. Surpresa pela negativa!